Menu
Menu
Busca sábado, 20 de julho de 2024
Secovi - Julho24
Justiça

No MPF, Palocci presta depoimento sobre desvios em fundos de pensão

Ex-ministro atuou na pasta da Fazenda, no governo Lula e na Casa Civil, no governo Dilma

07 janeiro 2019 - 17h58Da redação

O ex-ministro Antonio Palocci começou a prestar, nesta segunda-feira (7), três depoimentos ao Ministério Público Federal (MPF) nas investigações da Operação Greenfield, da Polícia Federal (PF), que apura supostos desvios em fundos de pensão.

O depoimento começou por volta das 10h, na sede do MPF, em Brasília, e está sendo conduzido sob sigilo. A expectativa é que a oitiva continue amanhã (8) e na quarta-feira (9). Palocci cumpre prisão domiciliar depois de ter sido beneficiado com acordo de delação premiada na Operação Lava Jato. Com os depoimentos aos investigadores, a defesa do ex-ministro busca fechar outro acordo de delação.

Por ter participado do governo do PT, os procuradores responsáveis pelo caso esperam que Palocci possa trazer informações sobre os supostos desvios nos fundos de pensão de servidores de estatais, como a Funcef (Caixa Econômica Federal), Petros (Petrobras), Previ (Banco do Brasil) e Postalis (Correios). Segundo as investigações, as fraudes podem somar mais de R$ 8 bilhões.

Em uma das denúncias sobre o suposto esquema de corrupção que já foram apresentadas à Justiça Federal, 14 investigados se tornaram réus, incluindo o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto.

De acordo com o MPF, o grupo foi responsável por um prejuízo de R$ 402 milhões ao Funcef, em valores atualizados até 2015, contribuindo para o déficit acumulado de R$ 18 bilhões registrado pelo fundo no final de 2016. Segundo a denúncia, R$ 5,9 milhões do esquema foram direcionados ao PT.

Palocci ocupou os cargos de ministro da Fazenda no governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e de ministro da Casa Civil durante a gestão da ex-presidente Dilma Rousseff.

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Vereador Claudinho Serra
Justiça
Assessor de Claudinho Serra pede 'absolvição' em caso de corrupção em Sidrolândia
Conselheiro Ronaldo Chadid está afastado da função pelo STJ - Foto: Departamento de Comunicação do TCE MS
Justiça
Afastado e insatisfeito, Chadid processa TCE para recuperar salário de R$ 80 mil
Silas e Aysla foram mortos por engano
Justiça
Juiz mantém ação penal contra acusados de matar Aysla e Silas
TRE-MS moderniza processos eleitorais com ferramenta de IA
Justiça
TRE-MS moderniza processos eleitorais com ferramenta de IA
Hospital Regional de Mato Grosso do Sul
Saúde
MP quer pormenores sobre Hospital Regional
Fórum de Dourados ganhará reforma com investimento de R$ 2.2 milhões
Justiça
Fórum de Dourados ganhará reforma com investimento de R$ 2.2 milhões
MP reitera acusação de fraude contra Giroto e outros nas obras do Aquário do Pantanal
Justiça
MP reitera acusação de fraude contra Giroto e outros nas obras do Aquário do Pantanal
TJ absolve oficial da PMMS acusado de homofobia contra subordinado
Justiça
TJ absolve oficial da PMMS acusado de homofobia contra subordinado
Fórum de Dourados será reformado -
Interior
TJMS investe R$ 2,2 milhões em reforma do Fórum de Dourados
Michel Teló é produtor rural em Mato Grosso do Sul
Justiça
Acordo de R$ 35 mil 'acaba' com investigação na Fazenda da família de Michel Teló

Mais Lidas

Reprodução/Instagram
Esportes
Dispensado pelo Athletico, Bruninho Samudio assina com o Botafogo
A nova edição será neste sábado (20), em Campo Grande
Comportamento
'Desapega Campo Grande' vai reunir mais de 100 expositores com peças a partir de R$ 1
Copa do Brasil
Esportes
Oitavas de final da Copa do Brasil 2024: veja confrontos
Divulgação da nova loja na Capital
Comportamento
JD1TV: Nova loja de sex shop da Capital divide opiniões após divulgação inusitada