Menu
Busca terça, 21 de janeiro de 2020
(67) 99647-9098
Perkal Topo - janeiro-20
Justiça

Por unanimidade, Soraya perde ação na Justiça para suplente

O empresário Rodolfo Nogueira continua primeiro suplente da senadora

22 julho 2019 - 18h09Da redação

O plenário do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul (TRE-MS) decidiu há pouco pela permanência do empresário Rodolfo Nogueira como primeiro suplente da senadora Soraya Trhonicke (PSL-MS).

O desembargador Sérgio Martins já havia decidido, em novembro do ano passado, pela extinção do processo na qual Soraya pedia a cassação de Rodolfo. Ela recorreu ao plenário e perdeu novamente por 6x0.

O advogado de defesa do primeiro suplente, Ary Raghiant, explicou que não se pode, em uma campanha majoritária, desfazer a chapa com propósito desconhecido. “Sobre as supostas ameaças, o Tribunal falou que isso não existiu e que isso não é tema para desfazer a composição”, afirmou.

Procurado pela redação, Rodolfo Nogueira, disse que a decisão é mais uma vitória. “Eu creio que a gente pode usar a frase popular que a Justiça foi feita. Rodolfo lembra que sempre buscou a pacificação no partido, mais destaca que essa briga interna por disputas de poder no partido apenas serviu para dividir, diminuir e praticamente aniquilar o PSL no Mato Grosso do Sul, quero agradecer ao advogado pela defesa e todos aqueles que torceram mais uma vez ao meu lado pela Justiça”, destacou.

O processo diz respeito às supostas ameaças que a senadora diz ter sofrido de Rodolfo e que usou como mote de campanha, dizendo-se “vítima” e que serviram para justificar o processo julgado hoje na qual Soraya, mais uma vez, foi derrotada.

O objetivo possível da senadora, era sacar Rodolfo da chapa, subindo seu sócio e segundo suplente Dani Fabrício para a condição de Rodolfo, que é o primeiro.

A redação tentou contato com a senadora, mas até o fechamento desta matéria não atendeu as ligações.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Justiça
Defesa diz que Valler não usou cocaína e que droga era de veterinária morta
Justiça
Em nota, MPF justifica mudança para Dourados, mas não responde sobre diárias
Justiça
Depois da “fuga” de Ponta Porã, MPF evita responder sobre diárias para idas à fronteira
Justiça
Brasil fecha fronteira com Paraguai após fuga de presos neste domingo
Justiça
Prazo de juiz de garantias pode mudar investigação de Flávio e Lula
Justiça
Dourados não terá saneamento suspenso, garante diretor da Sanesul
Justiça
Paschoal Leandro avalia positivamente adiamento do 'juiz de garantias'
Justiça
Briga no Jatobá - Audiência de conciliação sobre “expulsão” de piloto será em março
Justiça
Força Nacional será enviada para amenizar conflitos em Dourados
Justiça
Cliente cai em golpe no Banco do Brasil e juiz decide culpa concorrente

Mais Lidas

Brasil
Embraer mantém férias coletivas de funcionários por mais três dias
Geral
Nova diretoria do Sindifisco define metas
Geral
Homem procura por familiares em Mato Grosso do Sul
Cidade
Programa da prefeitura se destaca no país após premiação