Menu
Busca terça, 10 de dezembro de 2019
(67) 99647-9098
TJMS Dezembro-19
Justiça

STF suspende uso da Taxa Referencial

TR é usada como um fator de correção monetária

12 novembro 2019 - 18h12Marya Eduarda Lobo, com informações da assessoria

O Plenário do Supremo Tribunal Federal, em sessão virtual, declarou invalidade do dispositivo da Lei 11.960/2009 que estabeleceu a aplicação dos índices da caderneta de poupança da Taxa Referencial como critério de autorização monetária nas condenações da Fazenda Pública.

A sessão virtual aconteceu entre os dias 1 e 8 desse mês, e prevaleceu entendimento da relatora, ministra Cármen Lúcia.

Ficou decido pelo STF a adoção do índice oficial de remuneração da caderneta de popança como critério para correção monetária de dívidas da fazenda pública mostra-se incapacitada para o fim a que se destina, de traduzir a inflação do período e refletir a perda do poder aquisitivo da moeda.

A ação foi ajuizada em julho de 2015 pela Confederação dos Servidores Públicos do Brasil (CSPB). De acordo com a confederação, a Taxa Referencial Diária (TR) balança conforme o mercado, e não de acordo com a inflação, o que, por si só, comprova sua inadequação para atualizar os débitos da Fazenda Pública.

A Confederação afirma que resta comprovada, a não mais poder, a absoluta inadequação da TR para recompor a inflação que ainda assola nosso país.

PMCG - Cidade do Natal

Deixe seu Comentário

Leia Também

Justiça
Pai que matou o filho afogado, passa pela primeira audiência hoje
Justiça
Lula e Dilma são absolvidos de denúncia do “quadrilhão do PT”
Justiça
TJ-MS 40 anos: Entrega de homenagens a personalidades do Estado
Justiça
Bolsonaro assina decreto que protege pessoas que denunciam corrupção
Justiça
TJ atenderá pela manhã nesta quarta
Em razão da comemoração dos 40 anos do Poder Judiciário do MS
Justiça
Criança será indenizada em R$ 5 mil após tomar iogurte com inseto
Justiça
Juiz decreta nova prisão contra Jamil e Jamilzinho
Justiça
Jallad é excluído das testemunhas de defesa de Jamil Name
Justiça
Sérgio Fernandes representa MS no XIII Encontro Nacional do Poder Judiciário
Justiça
TJ nega HC e Jamil segue preso em Mossoró

Mais Lidas

Geral
Silvio Haddad lança livro sobre vinhos nesta terça
Brasil
''Forças Armadas garantem a democracia'', diz Bolsonaro
Política
Dagoberto chama manifestante de "maluco" e diz que projeto ainda não foi votado
Polícia
Fazendeiro é avisado por telefonema que sua vaca foi abatida e roubada