Menu
Busca sexta, 23 de abril de 2021
(67) 99647-9098
Governo Balada - topo - abril21
Justiça

STJ bloqueia R$ 16 milhões de Bernal

Decisão se deu por ato de improbidade do ex-prefeito de Campo Grande

31 março 2021 - 16h47Joilson Francelino

A pedido do Ministério Público de Mato Grosso do Sul, por meio do Procurador de Justiça Aroldo José de Lima, o Ministro relator do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Benedito Gonçalves, restabelecendo a decisão de primeiro grau, deferiu o bloqueio de bens na quantia de R$ 16.089.933,42 (dezesseis milhões e oitenta e nove mil e novecentos e trinta e três reais e quarenta e dois centavos) em desfavor do ex-prefeito de Campo Grande, Alcides Jesus Peralta Bernal, para garantir a indenização dos prejuízos causados ao Município de Campo Grande, pelas supostas práticas de atos de improbidade administrativa.

Ao analisar o AREsp nº 1422248/MS, o Ministro exerceu juízo de retratação do entendimento anteriormente adotado, fixando o entendimento consolidado da Corte, no sentido de que: “A indisponibilidade de bens deve ser deferida sempre que presentes fortes indícios da prática de atos de improbidade administrativa”, conforme precedente repetitivo (REsp 1.366.721/BA), não incidindo, assim, qualquer impedimento sumular daquele Tribunal.

O caso veio a público após a 29ª Promotoria de Justiça do Patrimônio Público e Social de Campo Grande, por meio do Promotor de Justiça Adriano Lobo Viana de Resende, ajuizar Ação Civil Pública por ato de improbidade administrativa contra o ex-prefeito de Campo Grande, visando à decretação da indisponibilidade de bens, para garantir a indenização dos prejuízos causados aos cofres públicos municipais por conta da contratação de "funcionários fantasmas” e de pagamentos em duplicidade nos convênios do Município de Campo Grande com as entidades Seleta e Omep durante os anos de 2012 a 2016.

A decisão ainda é passível de recurso.

APP JD1_apple

Deixe seu Comentário

Leia Também

Justiça
Em dezembro, a primeira conversa para Fahd se entregar
Justiça
Juiz determina que perícia em Fahd seja realizada em até 5 dias
Justiça
Fahd Jamil passará por audiência de custódia hoje
Justiça
Gaeco investiga fraude na compra de materiais de limpeza na rede de educação
Justiça
Jamilson quer pai solto se Fadh ganhar liberdade por questões de saúde
Justiça
AO VIVO: Tudo sobre a prisão de Fahd Jamil
Justiça
Ministério Público irá fiscalizar suspensão de cirurgias eletivas na capital
Justiça
CPI da Pandemia investigará governo e repasses a estados
Justiça
TJMS anula proibição de condomínio para animal de grande porte
Justiça
Decretos sobre armas que entrariam em vigor nesta terça são anulados no STF

Mais Lidas

Polícia
Jacaré é capturado dando 'rolê' em cidade de MS
Internacional
Estados Unidos inicia vacinação contra a Covid-19 em Nova York
Polícia
Morador de rua tenta matar desafeto a pauladas no interior do Estado
Polícia
Briga por capacete acaba em tentativa de homicídio