Menu
Busca quinta, 13 de agosto de 2020
(67) 99647-9098
TJMS agosto/20
Justiça

TJ faz alerta sobre pandemia em MS

Comunicado foi elaborado pelo desembargador Nélio Stábile e aponta risco de colapso do Sistema de Saúde Estadual

02 julho 2020 - 15h50Flávio Veras

O desembargador Nélio Stábile do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJMS) emitiu nesta quinta-feira (02), um alerta referente ao avanço da pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Segundo comunicado, Apesar de todas as medidas de biossegurança adotados pelo Governo do Estadual e municípios, nos últimos dias todo o estado tem registrado o exponencial aumento do número de casos da doença.

O desembargador é coordenador do Comitê Estadual do Fórum do Judiciário Para a Saúde e do Núcleo de Apoio Técnico (NATJUS), nos quais são compostos por membros do Judiciário, dos Executivos estadual e municipais, além de representantes da sociedade civil.

“As medidas de distanciamento são essenciais porque grande parte das pessoas infectadas podem ter sintomas brandos, o que facilita a livre circulação de contaminados e a disseminação da COVID-19, havendo assim, elevado risco de transmissão não somente às pessoas fora dos grupos de risco, mas sobretudo aos grupos com maior risco de desenvolver a forma mais grave da doença (idosos, obesos, diabéticos, hipertensos, cardíacos, etc)”, diz um trecho do comunicado.

Em outro ponto o magistrado enfatiza que conforme um estudo de Predição, publicado pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), nas primeiras três semanas do mês de junho houve aumento de 251,71% de casos confirmados, passando de 1.489 casos em 31 de maio (79º dia da epidemia), para 5.237 casos no dia 22 de junho (100º dia da epidemia). Se mantido este cenário, o estudo indica que teremos no Mato Grosso do Sul 35.770 casos no dia 31 de julho.

O estudo estima que, permanecendo esse índice de aumento no número de infectados, no dia 11 de agosto (dia 151º da Epidemia) 200 pacientes precisarão de atendimento em leitos de UTI, de modo que haverá “um possível colapso do sistema de saúde pública do Estado no mês de agosto”.

“O Comitê Estadual do Fórum do Judiciário para a Saúde vem a público informar e alertar à população de Campo Grande e àqueles que para cá sejam transferidos, que o sistema de saúde local não tem condições de enfrentar surto elevado do coronavírus, havendo, assim, risco de colapso do sistema de saúde público e privado nesta Capital se a projeção geométrica da curva permanecer nos moldes atuais”, alertou o documento.

O desembargador finalizou o texto dizendo que “cumprir com responsabilidade social os decretos estaduais e municipais e as recomendações das autoridades sanitárias, é fundamental para a superação da Pandemia da Covid-19, pois irá diminuir o tempo necessário de restrição dos setores sociais e econômicos, com benéficos reflexos para a saúde, a economia e a sociedade em geral.”

Nota na integra pode ser conferida neste link.

Senar - agosto2020

Deixe seu Comentário

Leia Também

Justiça
Atacadão pagará R$ 15 mil a cliente acusado de furtar tequila
Justiça
Paraguai não acha provas contra Ronaldinho e ex-jogador pode ser inocentado
Justiça
“Se não contermos a pandemia, colapso na Saúde é invitável”, diz defensor-geral de MS
Justiça
AO VIVO: Audiência de “fechamento” termina sem acordo
Justiça
AO VIVO: Audiência do “fechamento”, o que pensam as partes?
Justiça
Juiz barra presença de vereador em reunião de conciliação
Justiça
Indústria terá assento em audiência amanhã sobre “fechamento” da capital
Justiça
Justiça: Drogasil terá que indenizar cliente por assédio de atendente
Justiça
Caso Prior: Delegada encerra inquérito de suposto estupro
Justiça
Suspeito de ajudar milícia, delegado Obara é solto pela Justiça

Mais Lidas

Polícia
Negociação com homem que tenta suicídio, dura mais de 11 horas
Polícia
AO VIVO - Homem tenta se matar no Cophavilla
Geral
Bolsonaro corta 60% da verba destinada à Rede Globo
Polícia
Agora: Homem faz família de refém e fala em suicídio