Menu
Busca sexta, 18 de setembro de 2020
(67) 99647-9098
TJMS setembro20
Justiça

Vídeo - Com filho nos braços, Karinne chora ao relembrar de assassinato do marido

Motoristas se uniram a viúva para pedir Justiça no caso Rafael Baron, morto há um ano

13 maio 2020 - 10h31Gabriel Neves e Joilson Francelino

Um ano depois do assassinato do motorista de aplicativo Rafael Baron, a viúva, Karinne Baron, 25 anos, pede Justiça. Em ato na manhã desta quarta-feira (13), nos altos da Afonso Pena, alguns motoristas se uniram ao clamor da esposa do colega.

Com o filho, 3 anos, no colo, Karinne falou com a imprensa sobre um pouco do dia a dia com o seu marido, antes do crime. “Cada dia que ele chegava ele contava como foi o trabalho. Realmente eu via um brilho nos olhos dele. Ele sempre foi muito trabalhador e honesto, sou muito grata por ter tido a oportunidade de ser casada com ele e ter um filho com ele, é esse ensinamento que quero passar para o meu filho de ser honesto e trabalhador”, relatou.

A jovem viúva não segurou as lágrimas ao relembrar o assassinato e pediu Justiça. “Que o rapaz que matou Rafael possa sentir o peso da Justiça, e que outros motoristas não precisem passar por isso. Eu vi o caso do taxista [Luciano Barbosa Franco, 44 anos] e chorei por aquela família, pois me lembrei do sentimento da dor que ninguém merece passar por isso, saber que uma pessoa que você ama sai para trabalhar e nunca mais voltar, esse um ano não está sendo fácil, e só peço que a Justiça possa ser feita”, relatou.

Representantes e associados da União dos Motoristas de Aplicativos de Campo Grande (UMA) que estiveram no manifesto pediam para que o caso não caia no esquecimento, cobraram do poder judiciário, celeridade do processo com vistas para o julgamento do acusado de matar o motorista. Além disso, o clamor da categoria é por mais segurança por parte das autoridades.

Relembre o caso

No dia do crime Rafael embarcou Igor César de Lima Oliveira autor do crime na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Jardim Leblon com destino ao residencial, ele estava acompanhado da mulher de quem disse ter ficado com ciúmes e disparado dois tiros contra a vítima.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Justiça
Anhanguera deverá indenizar ex-aluna por cobrança indevida
Justiça
Ministério Público move ação contra contrato do Consórcio Guaicurus
Justiça
Mutirão DPVAT: 1.787 processos podem ser finalizados em 2020
Justiça
Judiciário retoma gradativamente as atividades presenciais nesta terça
Justiça
Juiz ouve testemunhas de acusação do assassinato de Carla nesta terça
Justiça
Justiça proíbe Globo de divulgar detalhes da investigação de Flávio Bolsonaro
Justiça
Justiça determina que filhos de Flordelis fiquem em presídios separados
Justiça
Ministério Público prorroga regime diferenciado de trabalho
Justiça
Atacadão indenizará cliente que comprou linguiça com larva
Justiça
Justiça impede pais de visitarem filhos, vítimas de violência

Mais Lidas

Geral
Aos 24 anos, morre repórter da Globo Kaio Amaral
Polícia
PMA autua pela segunda vez nas últimas 24 horas usina sucroenergética em R$ 408 mil
Vídeos
Motorista de aplicativo é acusado de furto
Brasil
Vídeo: Homem é assassinado ao som de funk e tem olhos perfurados por galho