Menu
Busca domingo, 19 de janeiro de 2020
(67) 99647-9098
Perkal Topo - janeiro-20
Opinião

MS 42 anos: maturidade abre novos horizontes de desenvolvimento para o Estado

"Um bom lugar para se viver, para se investir e prosperar", Jaime Verruck

10 outubro 2019 - 08h55Jaime Verruck

Com uma política de desenvolvimento alicerçada na produção sustentável e no uso inteligente dos avanços da ciência, tecnologia e inovação, Mato Grosso do Sul comemora 42 anos de sua criação com a maturidade necessária para abrir novos horizontes e trilhar caminhos que consolidem o Estado como um bom lugar para se viver, para se investir e prosperar.

Graças ao esforço e trabalho da sociedade sul-mato-grossense e de seus governantes, com lutas e percalços, nosso Estado avança e enfrenta os desafios que o século XXI nos impõe. Nesse momento de celebração, é importante que a população sul-mato-grossense reflita sobre qual é o melhor caminho para as próximas décadas, aonde nós queremos chegar e quais são os passos correspondentes ao poder público nessa trajetória.

Hoje, caminhamos de forma consistente para a diversificação da base econômica de Mato Grosso do Sul, condição fundamental para que o crescimento ocorra de forma equânime em todos os municípios do Estado, gerando oportunidades de emprego e renda, desenvolvimento e qualidade de vida.

Já temos o entendimento que é necessário diversificar a atuação de nossa indústria, processar nossas matérias-primas, trazer indústrias com cunho tecnológico que utilizem todo o nosso potencial de universidades, pesquisadores e doutores.

O agronegócio já colhe os frutos desse aproveitamento do conhecimento gerado pelas nossas instituições de pesquisa. Graças a essa parceria, o setor acumula recordes de produtividade e ganhos de rentabilidade, que se revertem em mais oportunidades de negócio e movimento da economia.

Também é fundamental pensar em um Estado integralmente conectado, no qual os 79 municípios sul-mato-grossense tenham disponível uma rede densa, de alta capacidade. É dessa forma que vislumbramos o futuro, com tecnologia que facilite a vida das pessoas, instituindo o que chamamos de cidadania digital.

Na logística, o desafio é transformar o gargalo em oportunidade de atração de investimentos para o efetivo aproveitamento do potencial hidroviário, fortalecimento da infraestrutura portuária e na revitalização e integração da nossa ferrovia com a Bolívia.

Nesse âmbito das parcerias internacionais, temos o Corredor Rodoviário Bioceânico, que vai aproximar um mercado consumidor de aproximadamente 3 bilhões de pessoas. Esse projeto irá se concretizar e promover impactos sociais e econômicos que vão exigir efetiva atuação da sociedade.

Outra questão é a sustentabilidade. Essa é uma pauta que já está no cotidiano de crianças, jovens e adultos sul-mato-grossenses, que reconhecem e valorizam as belezas naturais do nosso Estado, bem como nosso patrimônio de biodiversidade.

Hoje, Mato Grosso do Sul é referência em ILPF – Integração Lavoura-Pecuária-Floresta, com 2 milhões de hectares de áreas produtivas nesse sistema. Além disso, incentivamos o uso de tecnologias de agricultura de baixo carbono e fomentamos a utilização de boas práticas de produção sustentável, no campo, na indústria e nas cidades. Tudo isso mirando o protagonismo de um Estado Carbono Neutro.

Com essas perspectivas, é necessário estar preparado. Isso passa pela formação, pela capacitação das pessoas com as tecnologias que temos hoje disponíveis. O Poder Público tem um papel fundamental nisso, que é de ser o incentivador, com a obrigação de se reinventar.

Economista, secretário de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar

Deixe seu Comentário

Leia Também

Opinião
Lei da liberdade econômica beneficia pequenos empreendedores
Opinião
Juiz de Garantias: Avanço necessário!
Opinião
Habitação: Um olhar para o futuro
Opinião
O que esperar da Eurocopa em 2020?
Opinião
Marquinhos Trad: O futuro em construção
Opinião
Afinal o que é o Cadastro Positivo ?
Opinião
Black Friday: como comprar sem cair em armadilhas
Opinião
Você conhece os seus Direitos como Consumidor?
Opinião
Caro Abílio,
Opinião
MS, Estado sem memória

Mais Lidas

Internacional
Brasil assina acordo agrícola com Alemanha
Internacional
Rainha aprova saída de Harry e Meghan, mas com uma condição
Política
Prazo para regularização do título termina em maio
Internacional
Morre menor homem do mundo com 27 anos e 67 centímetros