Menu
Busca terça, 28 de setembro de 2021
(67) 99647-9098
Gov - Estado que Cresce (set21)
Polícia

Agência da Caixa Econômica Federal é invadida por bandidos

Ainda não há detalhes do que foi levado do local

15 setembro 2021 - 09h24Brenda Assis

Uma agência da Caixa Econômica Federal localizada na área central de Maracaju, foi invadida por bandidos durante a madrugada desta quarta-feira (15). As informações são do Maracaju Speed.

Conforme informações policiais, a cozinha da agência parcialmente destruída, e com uma escada feita de madeira e corda que descia pela a claraboia. Na ação os bandidos tentaram perfurar uma parede, que possivelmente daria acesso a outras dependências da instituição financeira ou ao cofre.

Tudo indica que os bandidos possuíam informações privilegiadas, já que somente a cozinha não possui sistema de segurança e a única repartição com a claraboia.

Ainda não há detalhes do que foi levado do local. A polícia militar está na agência. A perícia foi acionada. 

Unica - inverno

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia
Homem incendeia a própria casa após briga com esposa
Polícia
Jovem é preso vendendo drogas próximo a campo de futebol
Polícia
Ex-vereador de Ponta Porã é executado a tiros na fronteira
Polícia
Homem é assassinado a tiros na fronteira
Polícia
PRF apreende mais de 2 toneladas de maconha escondida em postes de concreto
Polícia
"Que planta é essa, meu amor?" - Maconha é apreendida em meio a sementes de girassol
Polícia
Rapaz ameaça colocar fogo na esposa, na enteada e no filho de 2 anos
Polícia
Rapaz de 19 anos é preso após ser flagrado na cama com menina de 13 anos
Polícia
Morador de MS morre após carro cair de pontilhão em São Paulo
Polícia
Polícia prende peça-chave em esquema de desvio de mais de R$ 23 milhões de Prefeitura de Maracaju

Mais Lidas

Cidade
Incêndio atinge margens do rio Paraguai em Corumbá
Clima
Tempestade faz temperatura despencar 15 graus e destelha apartamento em Campo Grande
Polícia
Mulher é agredida e esfaqueia pênis de marido
Polícia
Homem é assassinado a tiros por dívida de R$ 100,00