Menu
Busca segunda, 25 de outubro de 2021
(67) 99647-9098
Gov 44 anos
Polícia

Após inventar assalto, mulher faz escândalo em delegacia

Equipes policiais foram mobilizadas para ir atrás do suposto assaltante

22 setembro 2021 - 13h29Brenda Assis

Mulher de 48 anos foi presa, na noite desta terça-feira (21), por falsa comunicação de crime e desacato, em Ribas do Rio Pardo. Ela inventou um assalto que mobilizou equipes policiais gigantescas e ainda fez escândalo na delegacia.

Segundo a polícia civil, a mulher foi à delegacia, na manhã de ontem, registrar boletim de ocorrência acerca de crime de roubo mediante o emprego de arma de fogo. Ela disse que estava na rua quando foi abordada por dois homens em uma motocicleta.

Na versão dela, os bandidos mostraram um revólver e levaram um aparelho celular da marca “Xiaomi”, seis anéis e uma corrente de ouro com um pingente com dois meninos. Após o suposto roubo, os suspeitos teriam fugido possivelmente em direção à BR-262.

Tendo em vista a gravidade dos fatos, especialmente porque crimes com violência ou grave ameaça são incomuns no município, vários policiais, civis e militares, foram mobilizados para priorizar o caso, inclusive policiais de folga.

As equipes realizaram inúmeras diligências e analisaram várias câmeras de segurança da cidade. Em uma das imagens, os policiais localizaram a própria vítima simulando o crime de roubo e inutilizando o próprio aparelho celular em via pública.

Depois da descoberta da farsa, os policiais foram ao encalço da responsável, que acabou confessando a mentira. Ela justificou que teria sido coagida por um desconhecido a deixar seus pertences sobre o porta-malas do carro para que caíssem na rua, pois a pessoa iria buscar esses objetos. Porém, ela não quis falar o nome da pessoa que estava, em tese, lhe extorquindo.

A polícia destaca que, no momento de prestar esclarecimentos, a mulher falou várias vezes para uma investigadora que não responderia às perguntas porque “não falava com pessoas com baixo grau de instrução”, bem como que não considerava a policial uma “pessoa qualificada” para questioná-la, gritando para responder ao questionário.

A mulher chegou a ameaçar os policiais de denunciá-los por conduta abusiva, mas a equipe gravou áudios e vídeos do momento e a prendeu por desacato.

Ela prestou declarações e foi confeccionado um termo circunstanciado de ocorrência (TCO), sendo que, por assinar compromisso de comparecimento em juízo oportunamente, irá responder em liberdade. Caso condenada, poderá pegar até 2 anos e 6 meses de prisão.

Unica - primavera

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia
Mulher morre na MS-497 após perder a direção e bater em árvore
Polícia
Idosa é agredida com chutes e socos, e ainda é ameaçada de morte
Polícia
Bêbado, homem é espancado no Danúbio Azul
Polícia
De visita na capital, idoso morre após ser atingido por bala perdida no Panorama
Polícia
Vídeo: Homem é atacado por jacaré enquanto nadava no Lago do Amor
Polícia
Bebê morre durante parto humanizado no Novos Estados
Polícia
Jovem é autuado por maus-tratos
Polícia
Operação na fronteira prende foragidos e apreende armamento de alto poder de destruição
Polícia
Jovem é encaminhado para delegacia ao ser flagrado com maconha
Polícia
Baleado por "Choquinho", homem busca socorro em escola e morre

Mais Lidas

Vídeos
Tempestade atinge Bodoquena agora
Vídeos
Granizo em Dois Irmãos
Vídeos
Tempestade com granizo atinge Campo Grande agora
Vídeos
Vídeo: Fogo na fiação elétrica deixa funcionário da Energisa preso em uma 'chuva' de faísca