Menu
Busca sexta, 17 de setembro de 2021
(67) 99647-9098
Gov - Estado que Cresce (set21)
Polícia

Baleado na cabeça, genro de pecuarista morre em hospital

Pistoleiros atiraram contra a vítima e fugiram logo em seguida

21 fevereiro 2019 - 10h30Rayani Santa Cruz

Adriano Fernandes Mendes, 57 anos, foi executado por pistoleiros em Ponta Porã, na tarde de quarta-feira (20). Ele foi alvejado com pelo menos três tiros enquanto estava na frente da casa do sogro, no centro da cidade.

De acordo com o site Porã News, a vítima era condenada e estava em liberdade condicional. Ele era genro do pecuarista Paulo Cardinal, de família tradicional na fronteira. 

Adriano estava parado na calçada quando os criminosos chegaram em uma motocicleta e dispararam com uma pistola calibre 9 milímetros. Um dos tiros pegou na cabeça de Adriano.

A vítima foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros e encaminhada ao hospital Regional de Ponta Porã, mas, morreu ao dar entrada na unidade hospitalar.

Policiais do Setor de Investigações Gerais (SIG) investigam o caso, ninguém foi preso até o momento. 

 

Unica - inverno

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia
Após sofrer agressões com choques e enforcamento, mulher denuncia namorado
Polícia
Vídeo: Homem é flagrado “encoxando” mulher em coletivo na Capital
Polícia
“Agora eu vou mostrar pra vocês que eu tenho bala na agulha”, diz homem para ex-genro
Polícia
Grupo que furtava fios de telefone e internet é preso
Polícia
Pedreiro morre ao cair do segundo andar de obra no Alphaville 4
Polícia
Três são presos por tentativa de homicídio
Polícia
Capivara fica gravemente ferida após ser atropelada na Avenida Via Parque
Polícia
Bandidos armados e encapuzados invadem loja e levam caminhonete, joias e dinheiro em MS
Polícia
Operação contra jogo do bicho é deflagrada em Campo Grande
Polícia
Homem morre após cair de uma altura de 4 metros com o quadriciclo em MS

Mais Lidas

Polícia
Corpo é encontrado esquartejado em sacos de lixo
Geral
Ao vivo: Bebê transmite mãe tomando banho no Facebook
Polícia
Jovem é presa por morder enfermeira na UPA do Coronel Antonino
Polícia
Mulher agredida com barra de ferro em espetinho no Aero Rancho contesta versão dada pelo dono