Menu
Busca segunda, 18 de fevereiro de 2019
(67) 99647-9098
Polícia

Bolsonaro 58%, Haddad 42%, diz Datafolha

Votos válidos mostram o candidato do PSL à frente do petista por 16 pontos percentuais

10 outubro 2018 - 18h40Da redação

A primeira pesquisa de intenção de votos à Presidência da República aferida pelo Datafolha foi divulgada nesta quarta-feira (10). Segundo o instituto, Jair Bolsonaro (PSL) tem 58%, enquanto seu opositor, Fernando Haddad (PT) 42% dos votos válidos. Para calcular os votos válidos, são excluídos da amostra os votos brancos, nulos e os eleitores indecisos.

Nos votos totais, os resultados levam em conta os brancos e nulos que somaram 8% e os indecisos, neste caso 6%. Nesse cenário, Jair Bolsonaro tem 49% e Fernando Haddad 36%. Para vencer no primeiro turno, um candidato precisa de 50% dos votos válidos mais um voto.

A margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos. Foram entrevistados 3.235 eleitores em 227 municípios no dia 10 de outubro de 2018, com nível de confiança de 95%. A pesquisa foi contratada pela TV Globo e "Folha de São Paulo", e está registrada no TSE sob o número BR-00214/2018.

Confira os números no gráfico abaixo:

Sesc Novo

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia
Homem que furtou corpo de mulher do cemitério é preso bêbado
Polícia
Motociclista foge depois de atropelar e matar criança
Polícia
Adolescente é suspeita de matar filho recém-nascido
Polícia
Ao ver mãe sendo espancada, adolescente mata padrasto
Polícia
PF descobre depósito com quase uma tonelada de cocaína; seis foram presos
Polícia
Homem é esfaqueado após cobrar divida em bar
Polícia
Desaparecimento de jovem ainda é um mistério para a polícia
Polícia
Vídeo: Taxista é assassinado em briga de trânsito
Polícia
Dono de bar é executado na fronteira
Polícia
PRF apreende 12,8 kg de cocaína oculta em lataria de carro

Mais Lidas

Polícia
Desaparecimento de jovem ainda é um mistério para a polícia
Saúde
Câncer de ovário tem sintomas discretos e pode evoluir rapidamente
Geral
PM e PF apreendem contrabando de celulares avaliado em R$ 3 milhões
Geral
Boechat morreu de politraumatismo, aponta laudo do IML