Menu
Busca terça, 04 de agosto de 2020
(67) 99647-9098
Polícia

Casal é preso após agredir mulher em frente de viatura

O homem e a mulher responderão pelo crime de lesão corporal

11 julho 2020 - 10h23

Um casal foi preso após agredir uma mulher de 30 anos na Avenida Afonso Pena, em frente à Praça do Rádio Clube, na noite da última sexta-feira (10). A vítima disse que tudo ocorreu por conta de desentendimento no trabalho, já que são funcionários da mesma empresa.

Conforme o boletim de ocorrência, policiais militares faziam rondas pela avenida quando avistaram o homem de 30 anos e a esposa de 35 anos batendo na mulher. As agressões foram interrompidas, oportunidade em que a vítima explicou os motivos.

No entanto, os agressores disseram que também havia sido atacado pela mulher e que uma testemunha poderia comprovar a versão.

Após o fato, o trio foi encaminhado à Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do centro, onde o casal acabou autuado por lesão corporal dolosa.

A vítima tinha ferimentos no rosto, pescoço e na mão direita.

Vacinne

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia
Vítima da depressão, homem usa cinto para se enforcar no Taquarussu
Polícia
Vídeo: Policial invade casa e agride mulheres com cassetete
Polícia
Durante roubo, gestante é agredida e sofre tentativa de estupro
Polícia
Vídeo - Filho de vereador bebe com amigos após furtar ambulância
Polícia
Adolescentes abandonam filhote de jacaré em petshop do Amambaí
Polícia
Casal de traficantes capota veículo com recém-nascido dentro
Polícia
Travesti é presa após dar "mata leão" e roubar motorista de aplicativo
Polícia
Em MS, peladão destrói motel e vai parar na delegacia
Polícia
Adolescente de 14 anos é espancada e mantida em cárcere privado
Polícia
Idosa de 75 anos tenta entrar em presídio com misto de cocaína e carne

Mais Lidas

Geral
É amanhã! Mistério da arara branca será revelado em live
Geral
Vídeo: PMA recolhe 5 animais silvestres na capital
Geral
Reincidente, e com vacinas vencidas, PetGarden é autuada pelo Procon
Justiça
Para não "estimular" mais crimes, Justiça mantém condenação por furto de bicicleta