Menu
Busca sábado, 08 de agosto de 2020
(67) 99647-9098
Governo 02
Polícia

Fazendeiro é avisado por telefonema que sua vaca foi abatida e roubada

Criminosos abateram e furtaram a carna da vaca leiteira

09 dezembro 2019 - 17h36Jônathas Padilha, com informações do Rio Brilhante em Tempo Real

Dono de fazenda é avisado por telefonema que criminosos abateram e furtaram a carne de sua vaca leiteira. O caso aconteceu em uma fazenda na área rural do município de Rio Brilhante, a 196 km de Campo Grande.

De acordo com Claudimir Augusto Buttini, 60 anos, ele foi avisado por volta das 7h do último domingo (9) por telefonema que um animal seu havia sido abatido no mangueiro da fazenda.

Segundo o proprietário, o animal estava avaliado em cerca de R$ 3 mil. Restos da vaca, que estava em período de lactação, foram deixados para trás e foi encontrada uma marca na cabeça do animal, indicando uma possível paulada ou outro objeto.

A fazenda fica sozinha nos fins de semana e o proprietário não suspeita de ninguém.

O caso foi registrando como Abigeato na delegacia de Polícia Civil de Rio Brilhante.

 
Vacinne

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia
Operação Hórus: homem é preso 800 caixas de cigarros contrabandeados
Polícia
Prefeito é preso com armas e animais abatidos em Mato Grosso
Polícia
Duas mulheres são presas com 33,6 Kg de maconha
Polícia
Mulher transportando 2 Kg de cocaína acaba presa em MS
Polícia
Dezenas de fuzis, pistolas e carregadores foram apreendidos pela PRF
Polícia
PRF apreende 105,25 Kg de maconha e skunk em Ponta Porã
Polícia
Corpo de rapaz de 20 anos é encontrado às margens de rodovia em MS
Polícia
Vídeo mostra homem sendo executado após agredir esposa
Polícia
Militar do Exército desaparece em Campo Grande
Polícia
Homem bate no próprio pai e depois tenta agredir policias com pá

Mais Lidas

Brasil
Mega sorteia R$ 6,5 milhões neste sábado
Política
Eleição para vereador é enigma na pandemia
Geral
Aos 50 anos, vice-presidente do BB passa mal em reunião e morre
Política
"Nunca procurou a gente para conversar", diz Marquinhos sobre a Defensoria Pública