Menu
Busca segunda, 27 de setembro de 2021
(67) 99647-9098
TJMS setembro21
Polícia

Funcionário público é preso por pesca predatória

Ele recebeu voz de prisão, foi autuado e multado em R$ 780

13 setembro 2021 - 18h50Brenda Assis

Durante fiscalização fluvial pelo rio Brilhante neste domingo (12), a Polícia Militar Ambiental de Dourados abordou um pescador que estava em embarcação nas proximidades da rodovia MS-145.

De acordo com informações policiais, o homem havia capturado e abatido peixe abaixo do tamanho mínimo de captura, o que se caracteriza como crime ambiental de pesca predatória.

O infrator é um funcionário público, de 56 anos de idade, que reside no distrito de Ipezal, em Angélica (MS). Ele recebeu voz de prisão e foi conduzido à Delegacia de Polícia Civil do município, onde foi autuado e multado em R$ 780.

O pescado apreendido foi doado para a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), de Angélica.

A ação policial faz parte das atividades da Operação Hot Point, em prevenção à pesca predatória, crime que tem pena prevista de um a três anos de detenção.

Unica - inverno

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia
Homem é esfaqueado na cabeça e na nuca após sair de conveniência onde bebia
Polícia
Homem é executado com vários disparos em frente de casa
Polícia
Homem desaparece após sair para entregar cervejas em Campo Grande
Polícia
Homem tenta matar mulher com golpes de machado na cabeça
Polícia
Acampamento para pesca predatória é desmontado pela PMA
Polícia
Brasileiro é morto por justiceiros: 'Não roubar na fronteira'
Polícia
Mulher é agredido e esfaqueia pênis de marido
Polícia
Homem é preso com caminhão carregado com quase meia tonelada de maconha
Polícia
Homem é assassinado a tiros por dívida de R$ 100,00
Polícia
Homem é preso em Dourados após realizar disparos com arma de fogo

Mais Lidas

Cidade
Incêndio atinge margens do rio Paraguai em Corumbá
Clima
Tempestade faz temperatura despencar 15 graus e destelha apartamento em Campo Grande
Polícia
Mulher é agredido e esfaqueia pênis de marido
Polícia
Homem é assassinado a tiros por dívida de R$ 100,00