Menu
Busca terça, 26 de maio de 2020
(67) 99647-9098
TJ MS maio20
Polícia

Homem é preso por comprar moto por R$ 2 mil pelo Facebook em 2019

Ele estava pilotando o veículo quando foi abordado pela polícia

23 maio 2020 - 10h42Gabriel Neves

Diogo Amaral Da Gama, 22 anos, foi preso após ser pego pilotando uma moto roubada, ele diz ter comprado a moto por pouco mais de R$ 2 mil através do Facebook. A prisão aconteceu nesta sexta-feira (23), em Campo Grande.

De acordo com o boletim de ocorrência estava sendo realizado o estágio supervisionados de sargentos da Polícia Militar (PM), quando alguns agentes perceberam que um motociclista tentou entrar de forma brusca em uma casa ao ver os policiais.

Os militares abordaram o motociclista e o identificaram como Diogo Amaral, ele confessou aos policiais ter comprado a motocicleta em 2019 por R$2.100,00 e disse que a negociação foi feita pelo Facebook sem a relação de nenhum trâmite documental necessário.

Ao checarem no sistema, os policiais constataram que a moto estava com pedido de busca no sistema policial. Com isso, Diogo foi preso por receptação e levado para a delegacia de Polícia Civil em Campo Grande.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia
Choque faz maior apreensão de maconha da capital: mais de 3t
Polícia
PM “mete bala” e impede suicídio
Polícia
Abacaxi suspeito leva PRF à carga de 648kg de maconha
Polícia
Tia mata sobrinho após ele ameaçar avó de 79 anos
Polícia
Homem encontra corpo do amigo morto em cima da cama
Polícia
Quatro bairros de Campo Grande receberão fumacê nesta segunda
Polícia
Tenente-coronel Wagner Ferreira assume comando do DOF
Polícia
Perseguição e tiros na Gury Marques terminam com mulher na delegacia
Polícia
Jovem é morto pelo companheiro por ciúmes
Polícia
Para salvar a mãe de agressão, filho desfere golpes de foice no pai

Mais Lidas

Polícia
Choque faz maior apreensão de maconha da capital: mais de 3t
Saúde
Brasil tem 23.473 mortes pelo novo coronavírus, diz ministério
Entrevista
Alexandre Magno, a nova voz do MP, ao vivo nesta terça
Política
Moro defende apuração de 'circunstâncias anormais' da exoneração de Valeixo