Menu
Busca sexta, 23 de agosto de 2019
(67) 99647-9098
Polícia

Lava jato sem autorização é fechado após contaminar rio Paraguai

Todos o produtos eram lançados diretamente na rede de escoamento de águas pluviais

14 janeiro 2019 - 15h34Da redação com assessoria

Um lava jato que funcionava ilegalmente na cidade de Ladário foi fechado pela Policia Militar Ambiental de Corumbá, na manhã desta segunda-feira (14).

Os militares chegaram ao local após uma denúncia de que o lava jato funcionava de forma irregular, o proprietário não possuía nenhum tipo de autorização e não tinha nenhum dispositivo de tratamento dos resíduos.

Todos o produtos eram lançados diretamente na rede de escoamento de águas pluviais e seguiam para o rio Paraguai, causando contaminação. As atividades foram paralisadas e o proprietário da empresa foi autuado administrativamente e multado em R$ 1 mil.

O autuado responderá por crime ambiental de funcionar atividade potencialmente poluidora sem autorização ambiental. Se condenado, poderá pegar pena de detenção de três meses a um ano de detenção. Ele também foi notificado a regularizar as atividades.

Prefeitura - Niver CG

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia
Confusão em tabacaria da Moreninha termina em morte
Polícia
Motorista atropela mulher, aciona a polícia e fica no local até a chegada do socorro
Polícia
Vídeo - Guardas municipais agridem morador em UPA
Polícia
Idosa que estava desaparecida é encontrada
Polícia
Cabeleireira que matou vendedor a facadas é condenada a 7 anos de prisão
Polícia
Ossada humana é encontrada em rodovia
Polícia
Bombeiros buscam por idosa desaparecida em fazenda em MS
Polícia
Jovem é morto a tiros na frente da família
Polícia
Travesti, que estava desaparecida, furta bolsa é presa e encontrada
Polícia
Após invadir escola, adolescente ataca alunos com golpes de machado

Mais Lidas

Geral
Confira a lista de sorteados cadastrados na EMHA
Geral
Vereador e filho são encontrados mortos a tiros dentro de casa
Oportunidade
Processo Seletivo do Senar/MS tem salários que chegam a R$ 6,5 mil
Polícia
Jovem é morto a tiros na frente da família