Menu
Busca terça, 05 de julho de 2022
(67) 99647-9098
Prefeitura - Reviva Junho-julho22
Polícia

Polícia chegou no momento em que professor baixava vídeos de pornografia infantil

Acusado compartilhava vídeos com outras pessoas na internet e era bastante ativo na busca por conteúdo

18 maio 2022 - 12h58Vinicius Costa e Taynara Menezes

O professor de educação física, de 37 anos, preso pelo crime de armazenamento e compartilhamento de conteúdos de pornografia infantil, foi flagrado baixando novos vídeos no momento em que a Polícia Civil chegou até a sua residência, no Jardim Noroeste, em Campo Grande, na manhã desta quarta-feira (18).

O acusado, que também é motorista de aplicativo, compartilhava esses vídeos na internet para que outras pessoas pudessem ter acesso por meio da rede P2P.

A delegada titular da DEPCA (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente), Fernanda Mendes explicou que o autor tinha manejo de informática, tanto que montou seu próprio computador e era bastante ativo com conteúdos desse porte.

"Ele estava baixando muito conteúdo, intensamente, sempre estava ativo baixando material de exploração e abuso sexual infantil. Tinham muitas crianças nos vídeos, pudemos constatar menor de 12 anos, de 3 anos, 6 anos, tinha muito material de abuso sexual", disse.

Em sua casa, foram apreendidos um computador e dois celulares contendo pornografia e sexo explícito envolvendo crianças e até adolescentes. Os equipamentos passarão por perícia para saber a existência de mais conteúdos, que naquele momento, tinham 17,5 gigas.

"No momento em que nós chegamos, ele estava compartilhando", afirmou Fernanda. A titular da especializada explicou que o homem era casado há 15 anos, mas a esposa não tinha conhecimento da prática delituosa.

Mesmo que estejam atrás dos computadores, a delegada explicou que ações do serviço de inteligência da Polícia Civil levaram a equipe até o autor na cidade.

Um designer gráfico, de 42 anos, também foi preso em flagrante. No seu imóvel, no Coophavilla II, a equipe da polícia apreendeu três celulares, cinco HDs externos e uma CPU, totalizando 50 gigas de conteúdos e a afirmação era de que sua esposa também não sabia do crime.

Eles responderão por adquirir, possuir ou armazenar, por qualquer meio, fotografia, vídeo ou outra forma de registro que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente. A polícia representou pela prisão preventiva dos dois acusados de abuso e exploração sexual, e ambos devem passar por audiência de custódia nesta quinta-feira (19).

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia
Dois são presos acusados de matar o prefeito de Pedro Juan Caballero
Polícia
Carga de pneus, cigarros e eletrônicos é apreendida na zona rural de Itaporã
Polícia
JD1TV: vídeo mostra acidente que terminou em morte de Aldo na Brilhante
Polícia
Mulher esfaqueia ex-companheiro por tentar invadir casa em MS
Polícia
Arara é resgatada ferida após se enroscar em linha de pipa com cerol na Capital
Polícia
Idoso cai em golpe de falso banco e perde R$ 10 mil em Campo Grande
Polícia
Ladrão é 'linchado' por populares após roubar esposa de militar no Taveirópolis
Polícia
Discussão por pipa faz homem agredir cachorros e quebrar portão no Caiobá
Polícia
Ex-mulher invade casa com faca para ameaçar mulher por fim de relacionamento
Polícia
Motociclista tenta sair de 'faixa exclusiva' e morre ao bater em moto na Brilhante

Mais Lidas

Polícia
Mulher é socorrida seminua, suja e ensaguentada após assalto no Centenário
Polícia
Jovem morre engasgado com uva no Jardim Carioca
Interior
Comerciante de Coxim morre após sofrer grave acidente na BR-163
Geral
Leilão da Sefaz tem mais de 900 lotes com produtos como celulares e computadores