Menu
Busca segunda, 28 de novembro de 2022
(67) 99647-9098
Polícia

Policial atropela motociclista e recusa teste de bafômetro na Capital

Eliziely da Silva Bicalho, de 29 anos, foi socorrida em estado grave

24 setembro 2022 - 10h33Da Redação

A enfermeira, Eliziely da Silva Bicalho, de 29 anos, foi socorrida em estado grave, na manhã deste sábado (24), após ser atropelada por um policial civil que recusou a realizar o teste de bafômetro no cruzamento das ruas Pintassilgo e Xororó, no Bairro Morada Verde, em Campo Grande. A vítima estava em uma Yamaha Ybr 125.

Conforme informações preliminares, a mulher seguia pela Rua Pintassilgo e o motorista, que não teve nome divulgado, na Rua Xororó, em um veículo modelo, Hyundai HB20, ao realizar uma conversão à esquerda e acessar a via que a vítima estava acabou colidindo na moto.

Segundo testemunhas, o policial aparentava estar bêbado e ainda teria atirado pelo menos duas vezes para cima ao ser questionado sobre o acidente. O BPTran (Batalhão de Polícia Militar de Trânsito) foi acionado. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia
Mulher quase é estuprada enquanto dormia com os filhos pequenos
Polícia
Corpo é encontrado boiando em lagoa de Sidrolândia
Polícia
Jovem apanha do namorado após demorar no serviço em MS
Polícia
Idoso é preso após matar a neta de 10 anos com com óleo de motor em Aral Moreira
Polícia
Estado bate recorde de feminicídio
Polícia
Feminicídio em Anhanduí foi motivado por ciúmes e questões financeiras
Polícia
Enteada encontra padrasto esfaqueado em casa na Mata do Jacinto
Polícia
Feminicídio: Mulher é assassinada a facadas em Anhanduí
Polícia
Ladrão é amarrado ao tentar furtar roda de carro em posto de saúde da Capital
Polícia
Jovens são sequestrados, agredidos por grupo e deixados em área rural da Capital

Mais Lidas

Brasil
Criança morre e outra fica ferida após brincadeira com fogos de artifício
Polícia
PM apreende mulher e jovem por tráfico de drogas
Brasil
Mulher relata assédio sofrido durante sessão de tatuagem
Internacional
Americana é proibida de assistir à execução de seu próprio pai