Menu
Busca sexta, 20 de setembro de 2019
(67) 99647-9098
Governo Segurança
Polícia

Prefeitura demite servidor preso após dar tiros em comércio com arma sem registro

Decreto da demissão foi publicado em edição extra do Diário Oficial, neste sábado (17)

17 agosto 2019 - 13h10Priscilla Porangaba

A prefeitura de Campo Grande demitiu o servidor Oscar Martimiano Gomes, de 45 anos, que havia sido preso após dar tiros em frente a uma conveniência e com uma arma sem registro.

O decreto assinado pelo prefeito Marquinhos Trad foi publicado em edição extra do Diário Oficial neste sábado (17).

Segundo informações do boletim de ocorrência, o homem trabalhava como guarda municipal e foi preso no dia 16 de fevereiro deste ano enquanto participava de uma confraternização entre ex-militares do Exército Brasileiro, no bairro Oliveira.

A polícia foi avisada de que um homem havia disparado tiros em frente à conveniência, foi ao local e com informações da característica da caminhonete em que ele estava, localizou o veículo em frente a uma casa.

Os policiais fizeram abordagem no local e encontraram um revólver calibre 38. O servidor então se apresentou como dono da arma, como guarda municipal e foi preso.

Segundo informações do boletim de ocorrência, o guarda estava "em visível estado de embriaguez" e não tinha documento de porte nem de posse de arma.

Toka do Jacare - perkal

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia
PRF/MS abre licitação para contratar pátios de veículos
Polícia
Vídeo - Policiais colidem em acidente que deixa uma vítima fatal
Polícia
Quatro pessoas ficam feridas com fragmentos de projéteis após tiro para o alto
Polícia
Jovem é preso após retirar periquitos do ninho em parque
Geral
Homem morre após facada no peito
Polícia
Motorista de aplicativo é encontrado morto 15 dias após desaparecer
Polícia
Fernandinho Beira-Mar foi, mais uma vez, transferido para a Capital
Polícia
Para fazer ex-mulher sofrer, pai mata filho de 2 anos afogado em bacia
Polícia
Vídeo - Ladrão arromba janela, furta conveniência e foge tranquilo
Polícia
Assassino de Ronaldo assume quatro homicídios da década de 80

Mais Lidas

Cidade
Mais dois radares na Afonso Pena começam a multar
Polícia
Para fazer ex-mulher sofrer, pai mata filho de 2 anos afogado em bacia
Internacional
Tragédia – Incêndio em escola mata 263 alunos e 2 professores
Polícia
Assassino de Ronaldo assume quatro homicídios da década de 80