Menu
Busca domingo, 02 de outubro de 2022
(67) 99647-9098
Polícia

Produtor é autuado em mais de R$ 246 mil por incêndio que atingiu seis fazendas

O produtor ainda relatou que, um dia após o ocorrido, houve uma explosão e o fogo teria se alastrado para fazendas vizinhas

22 julho 2021 - 13h51Brenda Assis

No dia 15 de julho, policiais militares ambientais de Corumbá efetuavam atividades da “Operação Prolepse” nas propriedades rurais de Corumbá e, enquanto visitavam fazendas, encontraram um incêndio de grande proporção em uma propriedade localizada na rodovia MS-325. O proprietário, de 51 anos, foi autuado administrativamente e foi multado em R$ 246.600,00

De acordo com informações policiais, o local fica a aproximadamente 150 quilômetros da cidade e é conhecido como estrada Carandazal. A equipe verificou que o fogo teria começado no dia anterior, na quarta-feira (14).

Quando o incêndio cessou, foi feita uma vistoria detalhada no local, buscando identificar a origem do fogo e a equipe constatou que o incêndio havia atingido seis fazendas. Após análises, os policias chegaram até uma fazenda onde teria começado o fogo. 

À equipe, o capataz da propriedade relatou que teria acontecido um incidente durante a limpeza da vegetação e que, posteriormente, o responsável pelo imóvel entraria em contato com a PMA.

Na quarta-feira (21), o fazendeiro entrou em contato com a PMA, quando a equipe já havia concluído o relatório, e declarou que o operador de máquinas teria derrubado uma árvore sobre o fio de sustentação do poste de energia acidentalmente, ocasionando a queda do poste. 

Segundo o proprietário, a empresa concessionária de energia teria sido acionada imediatamente, mas não enviou manutenção ao local. O produtor ainda relatou que, um dia após o ocorrido, houve uma explosão e o fogo teria se alastrado para fazendas vizinhas.

Os Policiais mediram durante a vistoria com uso de GPS a área queimada de vegetação nativa pantaneira incendiada, que perfez 821,57 hectares. O proprietário, de 51 anos, foi autuado administrativamente e foi multado em R$ 246.600,00. Todos os responsáveis poderão responder crime ambiental. Se ficar constatado que o incêndio foi doloso, a pena é de dois a quatro anos de reclusão. Caso seja culposo, como relatou o autuado, a pena é de seis meses a um ano de detenção.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia
Cocaína apreendida em colchões falsos valia mais de R$ 40 milhões e pesou 412 kg
Polícia
Jovem bêbada é presa após atropelar motociclista na BR-060
Polícia
Carro com urna eletrônica é roubada na Capital
Polícia
Cocaína avaliada em mais de R$ 1,6 milhão é apreendida na Capital
Polícia
Veículo é encontrado em chamas na fronteira
Polícia
'Fábrica de colchões falsos' usados para para guardar cocaína é fechada na Capital
Polícia
"Sua gostosa": Guarda municipal salva a filha de ser estuprada em Bonito
Polícia
Homem é preso com mais de R$ 102 mil para compra de votos em MS
Polícia
Casal é agredido tentando impedir que mulher seja morta pelo filho no Noroeste
Polícia
Mulher fica com as vísceras expostas após ser esfaqueada pelo vizinho em Rio Verde

Mais Lidas

Política
Pesquisa mostra Contar e Riedel no segundo turno
Política
Pesquisa Ranking mostra André e Riedel na frente
Polícia
Carro com urna eletrônica é roubada na Capital
Política
IPEC: André lidera, Riedel em segundo com Marquinhos e Contar colados