Menu
Busca domingo, 28 de fevereiro de 2021
(67) 99647-9098
Governo - campanha estado que cresce - Topo
Polícia

Professor acusado de estupros é preso pela Polícia Civil em MS

As vítimas que foram abusadas há 10 anos tem hoje 18 e 15 anos

23 janeiro 2021 - 15h19Sarah Chaves com informações do Pantaneiro

O professor Florêncio Garcia Escobar de 55 anos acusado estuprar a própria afilhada e a irmã dela há pelo menos 10 anos já se encontra recluso no 1° Distrito Policial de Aquidauana. A prisão preventiva foi decretada no final da tarde de sexta-feira (22) após a conclusão da investigação da Delegacia de Atendimento a Mulher de Aquidauana (DAM).

A investigação reuniu diversas provas dos crimes de estupro de vulnerável, em especial o relatório de atendimento psicológico das vítimas e laudo de exame de conjunção carnal que confirmaram as acusações.

De acordo com a delegada titular da Delegacia de Atendimento a Mulher de Aquidauana, Joilce Silveira Ramos, neste momento, ao ser abordado pelos policiais, em sua residência, o professor não resistiu à prisão e informou que só seria interrogado na presença de seu advogado.

O caso veio à tona em dezembro, quando a vítima, hoje com 18 anos, relatou o ocorrido à mãe após se deparar com o abusador em uma reunião familiar. Conforme apurado, a garota mora em Campo Grande. No último dia 7, esteve em Aquidauana juntamente com uma amiga. Por estar de folga do trabalho, a mãe dela decidiu promover um jantar e convidou amigos e familiares.

Um dos convidados era o professor e também padrinho da vítima. Ao vê-lo, a jovem começou a se sentir mal, ficou assustada e se trancou no quarto, onde chorou. A amiga estava com ela e relatou o ocorrido à mãe, que até então não fazia ideia do abuso. Diante dos fatos, no dia seguinte a jovem foi levada de volta para Campo Grande.

A irmã dela, de 15 anos, também relatou ter sido ‘tocada’ várias vezes pelo professor. Ambas as jovens tiveram problemas de depressão e tentativa de suicídio em razão do ocorrido.

Em nota, o Conselho de Saúde de MS, disse que o autor renunciou a função de Conselheiro Estadual de Saúde e ao cargo de Presidente da Mesa Diretora por meio de um Termo de renúncia datado de 08 de janeiro de 2021, informando tratar-se de razões de cunho pessoal.

"A Mesa Diretora do Conselho Estadual de Saúde tomou conhecimento pela mídia, da existência de um Boletim de Ocorrência na Delegacia de Atendimento à Mulher , na cidade de Aquidauana, envolvendo o ex-conselheiro citado, no qual encontra-se em segredo de justiça.

Sendo assim, cabe ao Conselho Estadual de Saúde e aos seus membros o acolhimento da renúncia e as providências administrativas decorrentes da mesma, conforme definido no Regimento Interno vigente.

A atual presidência é indicação do Fórum dos Usuários/SUS a quem caberá a substituição do conselheiro para cumprimento do mandato até maio de 2021".

Peniel - amigos da pizza

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia
Bebê de 2 meses morre após ser prensado entre cama e parede no Jardim Carioca
Polícia
Homem tenta se esconder atrás de caminhão, após assassinar rival a facada
Polícia
Polícia prende 7 que faziam uso de drogas em praça durante toque de recolher
Polícia
Empresário é multado em R$ 2,5 mil por pesca irregular
Polícia
Motorista mata pedestre atropelado na BR-163
Polícia
Acidente na BR-163 tem quatro carros envolvidos e nenhum ferido
Polícia
Grupo cerca idoso, espanca e leva todo seu dinheiro no centro da capital
Polícia
Moiô? evento no autódromo tem presença da polícia após denúncia
Polícia
Babado, homem tenta agredir policiais com pedaço de madeira
Polícia
Mulher tem casa invadida e ladrão leva R$ 3,7 mil em produtos de beleza

Mais Lidas

Polícia
Jacaré é capturado dando 'rolê' em cidade de MS
Internacional
Estados Unidos inicia vacinação contra a Covid-19 em Nova York
Polícia
Morador de rua tenta matar desafeto a pauladas no interior do Estado
Polícia
Briga por capacete acaba em tentativa de homicídio