Menu
Menu
Busca quarta, 24 de julho de 2024
Secovi - Julho24
Polícia

Sargento é preso em flagrante com maconha dentro de Batalhão da PM

Ação do MPE apura envolvimento de servidores da Sejusp em vários crimes

15 janeiro 2019 - 12h40Da Redação com Assessoria

Sargento do 2º Batalhão da Polícia Militar de Três Lagoas foi preso em flagrante durante cumprimento de mandado de busca e apreensão, realizado pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime, em ação da Operação Themis, que apura envolvimento de servidores da Secretaria Estadual de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) na prática dos crimes de organização criminosa, coação no curso do processo, violação de sigilo, associação para o tráfico e tráfico de drogas.

Nomes dos alvos da operação são mantidos em sigilo, mas a Sejusp confirmou a prisão do policial. Conforme a Secretaria, o militar não era alvo de mandado de prisão, mas durante o cumprimento do mandado de busca e apreensão no próprio batalhão, foram encontrados porções de maconha dentro do armário do sargento.

Outro alvo da operação, Jefferson Nogueira Gomes, 34 anos, também foi preso em flagrante no município. Na residência dele foram encontradas munições no bolso de um paletó, que estava dentro de uma bolsa de viagem, no quarto. O rapaz foi autuado por posse irregular de arma de fogo de uso permitido. Contra ele também não havia mandado de prisão.

Conforme o Gaeco, foram cumpridos três mandados de prisão preventiva e 17 de busca e apreensão, nos municípios de Três Lagoas, Campo Grande e Ponta Porã. Também foram apreendidas drogas e munição.

Foram alvos de busca celas dos presídios de Ponta Porã e Campo Grande, a casa e o local de trabalho de todos os envolvidos e o Batalhão de Polícia Militar de Três Lagoas.

Operação Themis

Conforme o Ministério Público Estadual (MPMS), as investigações tiveram início a partir de pedido de apoio da Promotoria de Justiça de Três Lagoas e tinha como objetivo aprofundar os esclarecimentos acerca do cometimento do crime de coação do curso do processo, envolvendo atuação funcional de integrante do Ministério Público em processos judiciais. Durante as diligências se constatou o envolvimento dos envolvidos não só com o crime originário, como também com o tráfico de drogas.

A operação contou com o apoio do Batalhão de Choque da Polícia Militar, Corregedoria da PM e Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen).

O nome da operação refere-se à Deusa da Justiça e foi adotado em referência ao respeito que se deve dar a todas as decisões judiciais, ainda que não se concorde com elas.

Reportar Erro
Digix - Julho24

Deixe seu Comentário

Leia Também

As vítimas estavam em um churrasco quando foram surpreendidas
Polícia
Irmãos são assassinados a tiros durante briga por terra na fronteira
Facão
Polícia
Mulher mata o marido com golpe de facão no peito durante briga em Amambai
Facão
Polícia
Homem tenta agredir segurança com golpes de facão em praça de Rio Brilhante
O Corpo de Bombeiros chegou a ser acionado, mas o homem já estava sem vida
Polícia
Colisão frontal entre carreta e carro deixa uma pessoa morta na MS-379
Delegacia Santa Rita Do Pardo
Polícia
Funcionário de empresa quase é enforcado pelo colega de trabalho em Santa Rita do Pardo
Polícia apreende cerca de 293kg de cabelo humano durante fiscalização na MS-276
Polícia
Polícia apreende cerca de 293kg de cabelo humano durante fiscalização na MS-276
A vítima faleceu a caminho do hospital
Polícia
Mulher morre ao ser pisoteada por touro em fazenda
O ciclista estava com dores pelo corpo
Polícia
Poeira atrapalha visão de motorista e causa acidente em Batayporã
Indivíduo foi encontrado morto em terreno baldio
Polícia
Ladrão morto no São Conrado havia sido preso no fim de semana por tentar furtar casa
Comi pão de forma, posso dirigir? Detran-MS esclarece dúvida após assunto viralizar na web
Polícia
Comi pão de forma, posso dirigir? Detran-MS esclarece dúvida após assunto viralizar na web

Mais Lidas

Cabo da PMMS é condenado por realizar "bicos" durante licença médica
Justiça
Cabo da PMMS é condenado por realizar "bicos" durante licença médica
Escola Sesi oferta 104 vagas de gratuidade integral na educação básica
Educação
Escola Sesi oferta 104 vagas de gratuidade integral na educação básica
Lulu Oliveira
Comportamento
Aos 41 anos, Lulu Oliveira representará MS no Miss Universo Brasil 2024
Sala de atendimento da DEPCA
Polícia
Adolescente é esfaqueado pela mãe e fica com as vísceras expostas na Capital