Menu
Busca domingo, 28 de fevereiro de 2021
(67) 99647-9098
Governo - campanha estado que cresce - Topo
Polícia

Vídeo: com tiros na cabeça e amordaçados, três são deixados em ônibus

Um deles estava morto e outros dois foram socorridos; dois eram adolescentes

19 janeiro 2021 - 16h53Joilson Francelino

Reinaldo Brito da Silva, de 23 anos, e dois adolescentes foram encontrados amordaçados e com marcas de tiros na cabeça dentro de um ônibus abandonado em Capitão Poço, no Pará.

De acordo com informações da mídia local, as vítimas estavam deitadas do piso do ônibus e com as mãos amarradas para trás. Um deles morreu no local e outros dois estavam agonizando no momento em que foram encontrados por populares.

Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionada e socorreu os dois que ainda estavam vivos, encaminhando-os para uma unidade de saúde da região.

Não há informação sobre o estado de saúde dos outros dois nem a identidade do que morreu.

Peniel - amigos da pizza

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia
Bebê de 2 meses morre após ser prensado entre cama e parede no Jardim Carioca
Polícia
Homem tenta se esconder atrás de caminhão, após assassinar rival a facada
Polícia
Polícia prende 7 que faziam uso de drogas em praça durante toque de recolher
Polícia
Empresário é multado em R$ 2,5 mil por pesca irregular
Polícia
Motorista mata pedestre atropelado na BR-163
Polícia
Acidente na BR-163 tem quatro carros envolvidos e nenhum ferido
Polícia
Grupo cerca idoso, espanca e leva todo seu dinheiro no centro da capital
Polícia
Moiô? evento no autódromo tem presença da polícia após denúncia
Polícia
Babado, homem tenta agredir policiais com pedaço de madeira
Polícia
Mulher tem casa invadida e ladrão leva R$ 3,7 mil em produtos de beleza

Mais Lidas

Polícia
Jacaré é capturado dando 'rolê' em cidade de MS
Internacional
Estados Unidos inicia vacinação contra a Covid-19 em Nova York
Polícia
Morador de rua tenta matar desafeto a pauladas no interior do Estado
Polícia
Briga por capacete acaba em tentativa de homicídio