Menu
Busca quarta, 23 de janeiro de 2019
(67) 99647-9098
PMCG Balanço super banner
Política

Agricultura familiar é debatido na Câmara Municipal

16 abril 2018 - 13h59Da redação com assessoria

Audiência Pública sobre Agricultura Familiar foi realizada nesta segunda-feira (16), na Câmara Municipal de Campo Grande. O evento contou com a participação dos vereadores e de representantes de federações e sindicatos de Campo Grande. A reunião foi presidida pela parlamentar Dharleng Campos. 

Os participantes reivindicaram principalmente os direitos básicos: mobilidade, segurança, escoamento e toda infraestrutura necessária para produção agrícola, Alcindo Macedo, falando em nome da Sisep (Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos).

O representante da Sedesc (Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia), João Luiz Auler destacou a necessidade de dar mais atenção à área: “No interior existe um departamento ou uma secretaria voltado para agricultura. Campo Grande realmente tem necessidade de um departamento ou uma secretaria. Não que nós não estamos dando conta, mas são 710 mil hectares de áreas na Capital que precisam de um foco maior”, disse. 

Para enfatizar a necessidade de mais investimento na área, Auler levantou os dados sobre a mandioca que indica a importação de 25% que vem de Sidrolândia, os demais 75% são comercializados por meio do Seasa. “Quando estamos pecando uma cultura nossa, alguma coisa está errada”, destacou. 

Sobre maquinário, Auler explicou que está acontecendo a manutenção e a recuperação dos equipamentos. “Assinamos a renovação no fim do ano de dez contratos de patrulhas mecânicas. Temos uma parceria com a Sisep onde estamos tentando  buscar todo recurso que a prefeitura tem disponibilizado. Também temos transporte de produtos com um caminhão que vai estar à disposição em cerca de um mês. Também priorizamos a feira do orgânico na praça, recuperando toda a estrutura do local e revitalizamos as barraquinhas do pessoal que estava realmente esquecido”, disse.

A Sedesc está com 13 projetos aguardando verbas e está apta para atender ou buscar soluções. Também participaram da audiência os representantes de federações e sindicatos: Valdenir Alves de Oliveira, José Martins da Silva, Adair Souza da Mata (que anunciou o cadastro de 440 famílias de agricultores rurais e o investimento de R$ 500 mil reais da Embrapa para o desenvolvimento do setor em MS), Francisca Josefa, Paula Maria da Silva, Francisco Assis do Vale, Elias Dias de Freitas.

Além da vereadora Dharleng estiveram presentes na reunião os parlamentares Junior Longo, Enfermeira Cida, Valdir Gomes, Eduardo Romero, Ademir Santana e o vereador de Sidrolândia, Kennedi Mitrioni Forgiarini. 

Sesc Novo

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
Vídeo: Coringa aciona ANEEL contra Energisa
Política
Reinaldo anuncia replanejamento para estabelecer obras prioritárias
Política
Para Romero, boatos de abuso sexual foram plantados por inimigos
Política
Problemas pelo Brasil estão sendo “mapeados” por ministros, diz Bolsonaro
Política
Confirmado: Simone Tebet vai disputar presidência do Senado
Política
Documentos aumentam dúvidas sobre ameaças à Soraya na campanha de 2018
Política
As razões de Flávio Bolsonaro
Saúde
Alimentar pombos está proibido em Campo Grande
Política
Ademar Capuci entra na disputa para prefeito de Nova Andradina
Política
Reforma da Previdência chega ao Congresso em fevereiro

Mais Lidas

Polícia
Sem ‘lucro’, homem mantinha garotas de programa em cárcere
Polícia
Brasileiro morre em acidente no Paraguai
Oportunidade
Funtrab abre seleção com salários de até R$ 5,9 mil
Polícia
Homem cai de pá-carregadeira e morre esmagado