Menu
Busca domingo, 18 de agosto de 2019
(67) 99647-9098
Política

André e governadores reforçam pedido de ressarcimento da Lei Kandir e divisão dos royalties do pré-s

15 dezembro 2011 - 13h38Divulgação

O governador André Puccinelli destacou hoje (15) de manhã durante entrevista à imprensa que na reunião dos governadores realizada ontem em Brasília foi entregue ao presidente da Câmara dos Deputados, Marco Maia e o deputado federal, Arlindo Chinaglia dois ofícios reiterando temas prioritários para o desenvolvimento dos estados.

"Pedimos a inclusão em pauta para votar o Projeto dos Royalties que já no ano de 2012 nos daríamos recursos que são crescentes porque o pré-sal vai sendo explorado. Pedimos também que seja incluída na proposta orçamentária, a inclusão do ressarcimento da Lei Kandir já que não nos ressarciram. Estamos pedindo R$ 7,5 bilhões que é 25% do total retirado dos estados", informou o governador André Puccinelli.

Participaram da reunião os governadores ontem, Agnelo Queiroz, do Distrito Federal; João Raimundo Colombo, de Santa Catarina; Siqueira Campos, do Tocantins; Silval Barbosa, de Mato Grosso; Teotônio Vilela Filho, de Alagoas; José Eliton, vice-governador de Goiás; Alceni Guerra, representando o governador do Paraná; e Elizete Leonel, representando o governador de Rondônia.

Pedidos

Os ofícios assinados pelos governadores e entregas aos deputados federais propõem a votação imediata ainda neste ano, do projeto de lei que trata da divisão dos royalties do pré-sal e a inclusão na Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2012, o valor de no mínimo R$ 7,5 bilhões para o ressarcimento das perdas dos estados com a desoneração da Lei Kandir.

No documento consta ainda a necessidade de revisão do ônus financeiro dos estados para com a União, para obter a redução na parcela destinada ao pagamento das dividas de no mínimo, 20% do comprometimento da receita liquida dos estados, assim como a redução dos juros anuais para 2% e a substituição do indexador, de IGP-DI para IPCA. Os governadores solicitaram que na votação do novo modelo do Fundo de Participação dos Estados e do Distrito Federal que não reste perdas para as unidades federadas.

Lei Kandir

No ofício os governadores ressaltam que desde a edição da Lei Kandir em 1996, o ressarcimento das perdas com a desoneração tributaria nas exportações e das aquisições de ativo imobilizado vem crescendo fortemente.

"No ano passado depois de intensa negociação puseram os mesmos R$ 3,9 bilhões, o mesmo valor desde 2003 para dividir com todos os estados", disse o governador lembrando que no ano passado, a União não considerou recursos da ordem de R$ 390 milhões como restituição da Lei Kandir, mas como o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais de Educação (Fundeb). A estimativa é de que os estados perdem R$ 30 bilhões com a Lei Kandir todos os anos.

Prefeitura - Niver CG

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
Bolsonaro assina decreto para o bem-estar de animais de rodeio
Política
Projeto de abuso de autoridade "vai ter veto", diz Bolsonaro
Política
MP oferece denúncia contra dois filhos de Flordelis
Política
Bolsonaro recusou gravar vídeo para atos do PSL hoje
Política
Simone quer maior participação da mulher na política
Política
Corumbá tem três candidaturas em destaque
Política
PSDB tem três nomes para vice de Marquinhos
Política
Presidente afirma que falta de recursos diminuirá expediente de militares
Política
Campanha Nacional de Filiação do PSL acontece neste sábado
Política
Dourados poderá ter frente parlamentar na Assembleia

Mais Lidas

Cidade
AO VIVO – Emha sorteia 160 unidades habitacionais em Campo Grande
Política
PSDB tem três nomes para vice de Marquinhos
Geral
Mãe e filha de 5 anos que tiveram a casa queimada pedem doações
Polícia
BMW capota e bombeiros cortam teto para retirar vítimas