Menu
Busca sexta, 29 de maio de 2020
(67) 99647-9098
Política

André mantém equipe do primeiro escalão com algumas alterações

02 janeiro 2011 - 11h18Rachid Waqued
Com a tônica governo e trabalho André Puccinelli deu posse, ontem (1º) de manhã em solenidade no Centro de Convenções Rubens Gil de Camilo, aos 12 secretários e quatro presidentes de fundações, que integram a equipe de sua segunda gestão a frente do governo de Mato Grosso do Sul, acompanhado da primeira-dama Elizabeth Puccinelli, da vice-governadora Simone Tebet e do marido, o deputado estadual Eduardo Rocha. Puccinelli destacou o empenho da equipe, que o ajudou a planejar o governo e alcançar o equilíbrio das contas públicas no primeiro ano de mandato. “No início do primeiro governo nos determinamos a trabalhar com estes que aqui estão. Todos eles continuarão na equipe, trabalhando e evitando desperdícios”, afirmou o governador. No segundo mandato a equipe terá dois novos integrantes: Wilson Cabral na Secretaria de Obras Públicas no lugar de Edson Giroto, e Evelyze Ferreira Cruz Oyadomari, na recém-criada Secretaria de Gestão de Recursos Humanos. Permanecem no cargo os secretários de Meio Ambiente Carlos Alberto Said de Menezes; de Produção Tereza Cristina Correa da Costa Dias; de Justiça e Segurança Wantuir Jacini; de Habitação Carlos Marum; de Saúde Beatriz Dobashi; de Educação Maria Nilene Badeca; de Trabalho e Assistência Social Tania Garib, de Governo Osmar Jerônimo, de Fazenda Mário Sérgio Lorenzetto e de Administração Thie Higuchi Viégas. Também foram reconduzidos aos cargos os diretores-presidentes das fundações de Cultura Américo Calheiros; de Turismo Nilde Brun, de Desporto e Lazer Júlio César Komiyama e de Governo Édio de Souza Viegas. Em seu discurso o governador destacou as realizações dos quatro anos em que comandou Mato Grosso do Sul como o programa MS Forte, com investimentos de R$ 3 bilhões em obras de infraestrutura, sendo 80% recursos do tesouro estadual e 20% do governo federal. “Nos 78 municípios e agora 79, com Paraíso das Águas (distrito de Costa Rica emancipado em 2009), teve participação do governo do Estado”, ressaltou Puccinelli. “Se outrora houve obras inacabadas agora não há”, complementou. Como exemplo citou as construções inacabadas por governos anteriores do Parque do Produtor, onde atualmente está sendo construído um shopping Center e o antigo terminal rodoviário de Campo Grande, que abrigará o Instituto de Belas Artes. Sobre o próximo mandato André foi enfático: “Continuaremos a investir cada vez mais no social”, garantiu, sempre mantendo as contas públicas em equilíbrio. Solenidade Ao som de violões da orquestra Revoada Pantaneira, com a interpretação de músicas regionais acompanhadas pela projeção, em um grande telão ao fundo do palco, de imagens de animais e paisagens do Pantanal e outras belezas naturais do Estado. Na sequência, o barítono Marcelo Dias interpretou a oração Pai Nosso, sinal da religiosidade de André Puccinelli que marcou suas solenidades de posse na prefeitura de Campo Grande e governo do Estado. Um vídeo sobre o avanço dos indicadores de desenvolvimento foi mostrado ao público. Participaram da solenidade o prefeito de Campo Grande Nelson Trad Filho, acompanhado da esposa e suplente de senadora Antonieta Trad, o comandante da Polícia Militar coronel Carlos Alberto David dos Santos, o deputado estadual e presidente da Assembleia Legislativa Jerson Domingos, o deputado estadual Paulo Corrêa, o arcebispo de Campo Grande dom Vitório Pavanello, prefeitos dos municípios, autoridades das Forças Armadas, gestores de empresas vinculadas à esfera estadual e familiares dos secretários e diretores que foram empossados.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
Paulo Corrêa tem melhor avaliação na Assembleia, diz pesquisa
Política
“Não faltará dinheiro”, afirma Simone sobre ajuda a estados e municípios
Política
“Não entendo o porquê a Energisa questiona a CPI se não existem irregularidades”, diz Orro
Política
Assembleia reconhece mais três municípios em estado de calamidade pública
Política
Reinaldo entrega cestas básicas que beneficiarão 1,6 mil idosos
Política
“Pessoas do interior vem a capital para fugir do surto da pandemia”, diz Marquinhos
Política
Prefeitos querem adiar eleições municipais para 2022
Política
"Fui gado, comi capim", diz deputado ex-bolsonarista
Política
Coronel David pede para PM intensificar ronda no Guanandi
Política
Fabio Trad sai em defesa de Bonner; “ataques contra a democracia são no varejo mais”

Mais Lidas

Polícia
Jovem é executado durante partida de futebol
Economia
Compras com auxílio emergencial poderão ser pagas via celular
Cidade
Prefeitura da capital realiza sorteio de apartamentos nesta sexta
Política
Paulo Corrêa tem melhor avaliação na Assembleia, diz pesquisa