Menu
Busca sexta, 25 de setembro de 2020
(67) 99647-9098
TJMS setembro20
Política

'Audiência em MS foi uma das mais participativas', diz Fábio Trad

19 junho 2011 - 05h38Assessoria

"Audiência em Mato Grosso do Sul foi uma das mais participativas", disse Fábio Trad, durante a Conferência Regional de Reforma Política, debatida em Campo Grande na noite desta quinta-feira (16), na Assembléia Legislativa de MS.

Entre os temas tratados estão: voto facultativo, reeleição, eleições unificadas, candidato avulso, filiação partidária, suplência de senador e duração de mandato.

O artífice do movimento foi o deputado federal, Fábio Trad (PMDB), que trouxe à Capital deputados federais integrantes da Comissão Especial de Reforma Política da Câmara: Edinho Araújo (PMDB-SP), Alceu Moreira (PMDB-RS), Vicente Cândido (PT-SP), Danilo Forte (PMDB-CE), Bonifácio de Andrada (PSDB-MG) e Delegado Protógenes (PCdoB-SP).

O senador Delcídio do Amaral (PT), deputados estaduais e vereadores de várias regiões do Estado também participaram dos debates.

Esta foi a 11ª conferência realizada no País sobre o tema. Para o deputado federal Fábio Trad (PMDB-MS), o encontro foi um momento importante para o parlamento brasileiro.

"A Conferência estabeleceu perspectivas e conseguiu respostas que a sociedade em geral não as tinha. Posso dizer que saio com a alma lavada e com a certeza de que cumprimos com o nosso papel e demos a Mato Grosso do Sul aquilo que a sociedade esperava. Uma audiência a altura da importância do tema", avaliou Trad.

A presidente do diretório Municipal do PMDB em Campo Grande, Carla Stephanini, ressaltou a importância de trazer o debate para a Capital.

"É fato que a indisposição das mulheres em se candidatarem está diretamente relacionada à desigualdade de oportunidades que elas têm no processo eleitoral", aponta Carla Stephanini. "Não podemos perder de vista que as condições de disputa para as mulheres nos pleitos eleitorais não guardam conformidade com a possibilidade das candidaturas masculinas. Mas podemos reverter isso e esta é uma boa oportunidade que temos para começarmos a dar nossa contribuição", reforçou a presidente do diretório municipal do PMDB, que participou da Conferência.

Reformulação

O primeiro vice-presidente da Comissão Especial da Câmara, deputado federal Edinho Araújo (PMDB-SP), ressalta que o financiamento público de campanha, o voto em lista e o fim das coligações são os assuntos de maior polêmica durante as audiências.

"Já realizamos onze audiências como esta em todo o país, e esses foram os assuntos mais discutidos", afirmou.

Edinho Araújo defende a necessidade da reformulação do sistema político no Brasil. "A Reforma Política é necessária porque além de agilizar o processo eleitoral e permitir maior aproximação do eleitor com o eleito, dá mais representatividade popular dentro dos partidos e distancia a relação dos eleitos com o poder aquisitivo. A reforma deve ser votada ainda este ano, mas provavelmente terá validade apenas para 2014", informou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
Chapa do PSDB quer “dar voz” a sociedade
Política
Aprovação de Bolsonaro sobe para 40%, diz CNI/Ibope
Política
Capital já tem 9 candidatos a prefeito registrados no TRE
Política
Paulo Corrêa homenageia bombeiro que salvou recém-nascida
Política
Bolsonaro e Felipe Neto estão entre os 100 mais influentes do mundo
Política
Senado: Comissão do Pantanal aprova visita a Corumbá em outubro
Política
Câmara instala hoje comissão para mudar Lei da Lavagem de Dinheiro
Política
AO VIVO - Acompanhe a reunião da Comissão do Pantanal no Senado
Política
Onevan de Matos e seu candidato a vice, testam positivo para Covid-19
Política
Câmara aprova projeto que prorroga contratos durante a pandemia

Mais Lidas

Cidade
Prefeitura libera apresentação de artistas de outros estados, na capital
Geral
Sexta-feira terá live de Gusttavo Lima e Daniel, Duda Beat e Nando Reis
Cidade
Mais de 5 mil aulas para 1º CNH foram realizadas de forma online em MS
Política
Chapa do PSDB quer “dar voz” a sociedade