Menu
Busca segunda, 06 de fevereiro de 2023
(67) 99647-9098
Política

Bolsonaro concede indulto a Daniel Silveira

Fato ocorre um dia após STF condenar deputado

21 abril 2022 - 20h30Gabrielly Gonzalez, com G1
Sebrae Materia

O presidente Jair Bolsonaro anunciou na tarde desta quinta-feira (21), durante transmissão ao vivo por uma rede social, perdão da pena ao deputado aliado Daniel Silveira (PTB-RJ), condenado na véspera a oito anos e nove meses de prisão pelo Supremo Tribunal Federal. 

O perdão da pena pode ser concedido pelo presidente da República por meio de decreto. Bolsonaro afirmou que o ato seria publicado no "Diário Oficial da União", o que se efetivou logo após o anúncio, em edição extra da publicação. 

Além dos oito anos e nove meses de prisão em regime fechado por estímulo a atos antidemocráticos e ataques a ministros do Supremo Tribunal Federal e a instituições, os ministros do STF também determinaram a perda do mandato e dos direitos políticos do deputado bolsonarista e multa de cerca de R$ 200 mil. 

A decisão de condenar foi tomada por 10 dos 11 ministros, entre os quais André Mendonça, indicado para o STF pelo próprio Bolsonaro — o único voto pela absolvição foi o de Nunes Marques, o outro ministro que chegou ao Supremo por indicação do atual presidente.

Durante a transmissão, Bolsonaro leu o teor do decreto, em que diz que fica concedida "graça constitucional a Daniel Lúcio da Silveira, deputado federal, condenado pelo Supremo Tribunal Federal em 20/04/22, no âmbito da Ação Penal 1.044 à pena de 8 anos e 9 meses de reclusão, em regime inicial fechado". 

Segundo Bolsonaro, "a graça será concedida independentemente do trânsito em julgado da sentença penal condenatória". O "trânsito em julgado" é a etapa do processo em que não há mais possibilidade de recurso, e a decisão judicial torna-se definitiva. Com isso, a sentença tem de ser executada.

Ainda de acordo com o presidente, a concessão da "graça constitucional" (induto individual) a Daniel Silveira é "constitucional" e será "cumprida", por ter respaldo em voto emitido pelo ministro Alexandre de Moraes numa ação direta de constitucionalidade. 

Sebrae Materia

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
Marcio Fernandes quer presidir MDB
Política
Deputado propõe 8 de janeiro como o Dia de Combate ao Terrorismo
Política
STF abre inquérito para investigar Carla Zambelli
Polícia
Colisão entre carro e viatura do Batalhão do choque deixa feridos na Capital
Política
Riedel tem café com André
Política
CGU revisará sigilos de 100 anos impostos por Bolsonaro a 234 processos
Política
Lula diz cogitar reeleição em caso de 'situação delicada' no país
Política
Marcos do Val acusa Silveira e Bolsonaro de terem planejado golpe após eleições
Política
JD1TV: Na Câmara, Adriane fala em "trabalho conjunto por Campo Grande"
Política
Riedel deixa mensagem na abertura da 1ª Sessão Legislativa

Mais Lidas

Polícia
JD1TV: Corpo é queimado em meio ao lixo no Santa Emília
Polícia
Queimado no Santa Emília foi "embrulhado" em sofá para ser carbonizado
Polícia
Jovem é esfaqueado e tem vísceras expostas no Itamaracá
Polícia
Esfaqueamento no Jardim Itamaracá foi motivado por ventilador roubado