Menu
Busca quinta, 21 de fevereiro de 2019
(67) 99647-9098
Política

Bolsonaro emocionado e Haddad sem falar de Lula, marca volta do horário eleitoral

Os dois candidatos têm cinco minutos cada um em quatro oportunidades ao longo do dia

12 outubro 2018 - 14h47Da redação

Com a volta do horário eleitoral, os dois candidatos a presidente destacaram medos, fizeram referências às suas famílias e falaram em unir o Brasil. Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) falaram da violência na campanha, tanto o atentado sofrido pelo candidato do PSL em setembro, quanto às várias denúncias de agressões contra apoiadores do petista em razão da disputa eleitoral.

Os dois candidatos têm cinco minutos cada um em quatro oportunidades ao longo do dia. Às 7h e às 12h no rádio, e às 13h e às 20h30 na televisão. Além disso, anúncios individuais serão veiculados ao longo da programação das emissoras. A propaganda eleitoral acaba em 26 de outubro, dois dias antes da realização do segundo turno.

Os cinco minutos usados na campanha destinado a Bolsonaro, um locutor tomou a maior parte, após três minutos o candidato entra no programa e fala de sua filha Laura. O áudio traz pausas longas, que demonstram a emoção de Bolsonaro ao relembrar que "já havia decidido não ter mais filhos" e tinha feito vasectomia. "Mudou muito a minha vida a chegada da Laura".

No programa de Haddad, o nome do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), explorado exaustivamente durante o primeiro turno, não foi citado. O PT também não ganhou destaque. Haddad disse que "essa campanha não é de um partido. "Quero contar com todos que são a favor da democracia. Eu conto com você. Vamos vencer a violência".

Na primeira pesquisa que avaliou a disputa em segundo turno, Bolsonaro aparece com 58% dos votos válidos. Já Haddad, segundo o Datafolha, tem 42%.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
Azambuja fala sobre reforma da Previdência no Globo News
Brasil
Para Guedes reforma da Previdência não pode ser menor que R$ 1 trilhão
Política
Vereadores votam quatro projetos na sessão de quinta-feira
Política
No STF, Azambuja discute Lei Kandir e repasses da União para os estados
Política
Bolsonaro entrega reforma da Previdência ao Congresso
Brasil
Suspensão de decreto sobre sigilo de documentos é aprovado pela Câmara
Política
Renato Câmara tem nome indicado para presidir o MDB-MS
Brasil
Nelsinho é o novo coordenador da bancada do MS no Congresso
Brasil
Campos Neto será sabatinado na próxima semana
Política
Orro propõe que leitura nos presídios diminua a pena dos custodiados de MS

Mais Lidas

Polícia
Depois de sair de festa, jovem morre ao capotar veículo no centro
Cidade
Evite ser multado, saiba onde estão os radares nas ruas da capital
Polícia
Dupla em motocicleta atira e acerta rosto de policial, na fronteira
Cidade
Prefeitura convoca aprovados em processo seletivo para merendeiro