Menu
Busca sexta, 02 de dezembro de 2022
(67) 99647-9098
Política

Bolsonaro pode contestar resultado da eleição no domingo

PL já prepara terreno para protestar contra resultado em caso de vitória de Lula no primeiro turno

28 setembro 2022 - 15h45Pedro Molina

Informações veiculadas pela coluna Radar, da revista Veja, apontam que a campanha de reeleição do presidente Jair Bolsonaro (PL) vai começar a divulgar nesta quarta-feira (28), quatro dias antes da eleição, um documento de seu partido para questionar os resultados caso o atual chefe do executivo seja derrotado no pleito deste domingo.

O documento, batizado de “Resultados da Auditoria de Conformidade do PL no TSE”, afirma que o resultado das eleições deste domingo pode ser internamente alterado no Tribunal Superior Eleitoral.

“Grandes organizações, com alto investimento em segurança da informação, frequentemente, têm sido alvo de sequestro dos seus sistemas, por organizações criminosas com objetivo de extorsão. O quadro de atraso encontrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), referente à implantação de medidas de segurança da informação mínimas necessárias, gera vulnerabilidades relevantes. Isto poderá resultar em invasão interna ou externa nos sistemas eleitorais, com grave impacto nos resultados das eleições de outubro”, diz trecho do documento.

O texto ainda afirma que vários outros fatores, como o baixo número de servidores com acesso ao código fonte dos programas das urnas eletrônicas e sistemas eleitorais e falta de “procedimentos necessários para proteger estas pessoas expostas politicamente (PEP) contra a coação irresistível”, apresentam riscos de segurança críticos.

O PL ainda afirma que a “cadeia de fornecedores” de serviços de tecnologia ao TSE, formada por “terceiros”, oferece um alto risco de violação dos sistemas eleitorais, além de sustentar que os documentos gerados pelas urnas, como os boletins e até mesmo a zerésima, não podem ser confiados.

Na prática, Bolsonaro e seu partido, o PL, se preparam para uma possível derrota domingo para o ex-presidente Lula (PT).

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
Riedel anuncia novo organograma de MS na próxima terça-feira
Política
Assembleia aprova projeto que altera a licença maternidade para militares
Política
Câmara Municipal vota sobre qualificação da atenção pré-natal na Capital
Política
Deputados votam projeto que altera a licença maternidade para militares
Política
Riedel se encontra com ministra europeia na sede da transição
Política
Fábio Trad é nomeado para fazer parte da equipe de transição de Lula
Política
Câmara aprova Projeto que cria o Programa Empresa Amiga do Surdo
Política
Assembleia Legislativa aprova orçamento de R$ 22 bilhões para 2023
Política
Iran convoca eleição no Tribunal de Contas
Política
PEC da transição consegue apoio para começar a tramitar no Senado

Mais Lidas

Polícia
JD1TV: Em plena luz do dia, homem é alvejado por trio na Mata do Jacinto
Polícia
Morto na Mata do Jacinto tinha passagem por homicídio, roubo e tráfico
Polícia
JD1TV: Imagens mostram momento que jovem é perseguido por atiradores na Capital
Polícia
Jovem passa mal e morre após fumar narguilé e beber cerveja na Capital