Menu
Busca terça, 02 de junho de 2020
(67) 99647-9098
Política

Câmara da capital aprova R$ 5,2 milhões em emendas para entidades

Serão contemplados órgãos vinculados a assistência social e saúde

01 abril 2020 - 17h34Flávio Veras

A Câmara Municipal de Campo Grande aprovou o plano de aplicação dos recursos do Fundo Municipal de Investimentos Sociais, que prevê destinação de R$ 5,2 milhões para beneficiar entidades assistenciais de Campo Grande. Segundo o órgão, cada vereador pode repassar R$ 90 mil para instituições ligadas à área da saúde e outros R$ 90 mil para assistência social. 

O Plano de aplicação dos recursos consta no Projeto de Lei 9727/20, aprovado em regime de urgência, em única discussão e votação, na sessão da última terça-feira (31). Ainda conforme a Casa de Leis, a previsão da destinação destes recursos consta no artigo 7º da Lei 6.408, que trata do Orçamento do Município de Campo Grande para 2020, assegurando o valor de R$ 5,2 milhões, destinados ao atendimento das demandas parlamentares, mediante prévia aprovação do Plano de Aplicação pelo Poder Legislativo.

“Estes recursos são destinados a muitas entidades do terceiro setor, que prestam serviço social e também atendimento na área da saúde e, assim, contribuem com serviço público naqueles atendimentos que o poder público sozinho não consegue alcançar. Os vereadores avaliam esse trabalho das instituições, que é devidamente comprovado, para destinação destas emendas que auxiliam na manutenção das entidades”, afirmou o vereador Prof. João Rocha, presidente da Casa de Leis.   

 

O plano precisa ser sancionado pelo prefeito Marquinhos Trad e a liberação dos recursos acontece no decorrer da execução orçamentária, nas funções de saúde e assistência social. O cronograma para liberação dos recursos é definido pelo Executivo Municipal, mediante a apresentação, pelas entidades, de toda a documentação exigida.  

Para a parte da saúde, constam 200 emendas beneficiando entidades assistenciais que prestam esse auxílio na saúde, asilos, hospitais, unidades de saúde ou até mesmo direcionando os recursos para a própria Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), os quais podem ser aplicados até mesmo nas ações de combate à disseminação do coronavírus. Na parte de assistência social, constam 231 emendas, incluindo diferentes associações, institutos, lar de idosos e projetos sociais. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia
Fábio Trad usa as redes para apoiar manifestações de torcidas contra Bolsonaro
Política
Moro responde Bolsonaro: Desejava rebelião armada contra medidas sanitárias
Política
"Prefeitura prorrogará toque de recolher", diz Marquinhos
Política
Bolsonaro pede para apoiadores não irem à protesto contra o governo dia 7
Política
Câmara aprovou e Senado irá avaliar MP que reduz salários durante a pandemia
Política
Bolsonaro foi alertado pela Abin sobre “necessidade de isolamento”
Política
Coronel David visita novo Comandante da PM e reafirma apoio às forças de segurança
Política
Mansour rebate fala de Bolsonaro que contraria exame da OAB
Política
Paulo Corrêa tem melhor avaliação na Assembleia, diz pesquisa
Política
“Não faltará dinheiro”, afirma Simone sobre ajuda a estados e municípios

Mais Lidas

Polícia
Família busca por homem que desapareceu no Rita Vieira
Brasil
Mandetta quer mudar ou sair de "quarentena"
Cidade
Grupo antifascista organiza protesto em Campo Grande
Geral
Mapa do Feminicídio é lançado nesta segunda e mostra dados alarmantes