Menu
Busca domingo, 25 de outubro de 2020
(67) 99647-9098
Governo/Dengue
Política

Delcídio e André querem aumentar receita de MS

17 julho 2011 - 04h53Divulgação

O senador Delcídio do Amaral (PT/MS) e o governador André Puccinelli (PMDB) se reuniram na noite da última quarta-feira (13), em Brasília, para discutir alternativas que permitam ampliar a receita de Mato Grosso do Sul.

De acordo com Delcídio, o governador apresentou um levantamento detalhado sobre a arrecadação de ICMS, mostrando o esforço do governo do estado no sentido de garantir uma arrecadação maior, para viabilizar investimentos em infraestrutura, educação, saúde, segurança pública.

O estudo analisa os efeitos da crise financeira mundial de 2007 e 2008, na economia de MS, com reflexos em vários setores. Na conversa de Delcídio e André foi falado sobre a importância da receita do gás natural proveniente da Bolívia e do acordo no qual está sendo trabalhado há meses com a Petrobras, no sentido de não só mudar os critérios relativos ao gás natural consumido pela companhia, pelo quais o ICMS não é cobrado, como também garantir o ressarcimento do passivo – R$ 107 milhões -, gerado em função de perdas advindas desses critérios.

"Me comprometi a agendar uma reunião, na próxima semana, com a diretoria da estatal para liquidar essa fatura, porque esses recursos são muito importantes para o nosso estado", revelou o senador.

Delcídio e André querem aumentar a arrecadação de recursos de outras fontes.

"Avaliamos a redução do ressarcimento da Lei Kandir nos últimos anos e de outros repasses federais, especialmente o FPE (Fundo de Participação dos Estados), que adotam mecanismos prejudiciais ao nosso estado. Entre as chamadas transferências correntes, Mato Grosso do Sul é um dos estados que menos recebe recursos da União", contou Delcídio.

"Vamos atuar para reverter isso, assim como trabalhamos também para encontrar mecanismos que permitam reduzir de 15 % para 9 % o comprometimento da arrecadação estadual com o pagamento da dívida com a União", emendou o senador.

A idéia é utilizar os recursos economizados com a redução do percentual da dívida para investimentos em obras e serviços. A Comissão de Assuntos Econômicos do Senado, presidida por Delcídio, é o foro adequado e vai discutir esses assuntos no segundo semestre legislativo. A CAE também vai discutir: a repartição igualitária, a todos os estados, da arrecadação dos royalties do pré-sal e a partilha do ICMS nas vendas feitas por meio da internet, o chamado e-commerce.

O senador e o governador discutiram projetos de desenvolvimento para Mato Grosso do Sul.

Eles querem mobilizar a bancada federal para construir a ferrovia ligando o Paraná a Mato Grosso do Sul, numa extensão aproximada de 440 km, para atender os municípios de Maracaju, Dourados, Mundo Novo e Cascavel.

Conforme o senador, também foi falado sobre o programa de segurança nas fronteiras, com a participação do exército, da polícia militar, do DOF e da polícia federal, com a utilização de veículos aéreos não tripulados – os VANTS, política essa absolutamente alinhada com os desejos da presidenta Dilma, no sentido de buscar políticas específicas para as nossas fronteiras.

Outro ponto da conversa foi a necessidade de levar água e esgotamento sanitário para 70 mil famílias assentadas na zona rural e o ressarcimento dos recursos que foram investidos na recuperação da ponte sobre o Rio Paraguai, em Corumbá.

CertFica

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
Vítima da Covid, morre Hermes pai do vereador André Salineiro
Política
Carreta passa por cima de carro na BR-262 e mata pai, mãe e filho
Política
Presidente da Câmara dos Deputados afirma que PEC da Guerra não será prorrogada
Política
FETEMS fará debate
Política
Confira a agenda dos candidatos nos bairros da capital nesta sexta
Política
AO VIVO: O que Cris Duarte quer fazer por Campo Grande?
Política
Vídeo: Bolsonaro visita Pazuello, um dia após diagnóstico de covid
Política
Pesquisa mostra terceira via em Corumbá
Política
VÍDEO: Candidato a vereador em MS é assaltado durante live
Política
Eleições 2020: Marquinhos fará entrevista ao vivo no JD1 às 17h

Mais Lidas

Brasil
Vítima de estupro coletivo diz ter HIV
Polícia
Idoso com arsenal de armas foi preso após ameaçar vizinhos
Brasil
Astronomia: Jovem vende empada para comprar telescópio
Brasil
Namorado não aceita resposta do pedido de casamento e surta