Menu
Busca quinta, 23 de setembro de 2021
(67) 99647-9098
TJMS setembro21
Política

Eleições 2022: Bolsonaro diz que filiação ao PP é uma possibilidade

Segundo o presidente, a aproximação do governo com o Centrão se dá 'pela governabilidade'

24 julho 2021 - 16h46Matheus Rondon, com informações CNN

Na sexta-feira (23, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou que o Partido Progressistas (PP) passa a ser uma possibilidade de filiação para uma provável disputa das eleições presidenciais de 2022. Ele não confirmou que disputará a reeleição no próximo ano e está há mais de um ano sem filiação partidária. 

"Tentei e estou tentando um partido que eu possa chamar de meu. E se for disputar a presidência, [é preciso] ter o domínio do partido e está difícil, quase impossível. Então o PP passar a ser uma possiblidade de filiação nossa", disse em entrevista à rádio 92.1 FM, do Mato Grosso do Sul.

O PP é considerado um partido do chamado Centrão. Para Bolsonaro, a classificação é "pejorativa". "Eu mesmo fui do PP por aproximadamente 20 anos. Os partidos de centro tem na ordem de 200 deputados federais, se eu alijar esses 200 fico com 300, que a maioria não tem afinidade com a gente. E tirando o centro e a esquerda, sobram 150 deputados, mas com 150 eu não vou para lugar nenhum", disse. 

Segundo ele, a aproximação do governo com o Centrão se dá "pela governabilidade". No Brasil, candidatos não podem concorrer à eleições sem pertercer a um partido político e Bolsonaro afirmou que vai "jogar dentro das quatro linhas".  

"Faz parte da regra do jogo. No Brasil, as eleições não são como as americanas onde você pode ser candidato independente do partido. Se eu pudesse fazer isso, seria o melhor pra mim. Mas a regra do jogo está aí e eu tenho que jogar dentro das quatro linhas, não apenas da Constituição, mas também das leis do Brasil."

Bolsonaro confirma Ciro Nogueira na Casa Civil

O senador Ciro Nogueira (PP-PI), que ocupará a Casa Civil, é presidente nacional do PP. Segundo Bolsonaro, a medida provisória que confirma a indicação de Nogueira ao cargo de ministro-chefe da Casa Civil já está pronta. Atualmente, quem ocupa o posto é o general Luiz Eduardo Ramos.

"Só vou mandar para publicação depois de falar com o Ciro Nogueira, ele não está em Brasília e volta na segunda-feira. Vou conversar com ele, falar quais os limites e fazer essa proposta a ele", afirmou Bolsonaro. 

Outro parlamentar que pertence ao PP é o líder do governo na Câmara Ricardo Barros (PR). Segundo depoimento do deputado Luis Miranda (DEM-DF), o presidente cita o nome de Barros quando é apresentado às suspeitas de irregularidades na compra da vacina indiana Covaxin com a Precisa Medicamentos. O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (AL), também pertence ao Progressistas. 

Unica - inverno

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
IOF não irá financiar Bolsa Família em 2022, segundo secretário
Política
Bolsonaro e comitiva brasileira devem fazer quarentena por recomendação da Anvisa
Política
Nelsinho representa pauta ambiental do Brasil nos EUA
Política
Vídeo: André Puccinelli afirma que decide candidatura até dezembro
Política
Em MS "bandido não faz carreira", dispara Paulo Corrêa
Política
Auxílio Brasil é tema de audiência na Câmara com ministro da Cidadania
Política
Segundo Bolsonaro, Brasil quer atrair mais investimentos privados
Política
Governo reabre inscrições do Programa "Incentiva+MS Turismo"
Entrevista
Ex-governador André Puccinelli fala ao JD1
Política
'O que se espera de um chefe de estado é o equilíbrio', diz Pacheco

Mais Lidas

Geral
Vídeo: "Peixe de bosteiro", morador de rua engana população de Paranaíba
Polícia
Menino de 2 anos mata prima atropelada após dar partida em carro
Polícia
Funcionários da Energisa ficam sob mira de arma ao tentar podar árvores na Vila Olinda
Polícia
Operação “Dark Money” investiga desvio de R$ 23 milhões no esquema de corrupção em Maracaju