Menu
Busca sexta, 14 de agosto de 2020
(67) 99647-9098
TJMS agosto/20
Política

Em encontro com Maia, Entregadores de aplicativos pedem direitos e anunciam paralisação dia 25

Trabalhadores querem melhores remunerações nas taxas de entrega e seguro contra acidentes

08 julho 2020 - 15h00Flávio Veras, com informações da Câmara

Parlamentares e representantes de entregadores de aplicativos de vários estados brasileiros entregaram nesta quarta-feira (8) ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), uma pauta de reivindicações para melhores condições de trabalho.

Os trabalhadores querem melhores remunerações nas taxas de entrega; a criação de uma taxa mínima para remuneração; o fim dos bloqueios indevidos dos aplicativos; a criação de seguro de acidentes e também de alguma proteção - um seguro saúde, por exemplo - para eles entregarem com segurança durante a pandemia de Covid-19.

Eles anunciaram ainda uma nova paralisação geral da categoria para o próximo dia 25 de julho. A primeira greve ocorreu no dia 1 de julho e teve amplo apoio dos entregadores e da sociedade.

Projeto de lei

A líder do Psol, deputada Fernanda Melchionna (Psol-RS), afirmou que um novo encontro com o presidente da Câmara e com consultores legislativos deve ser realizado ainda hoje para poder dar início à sistematização de um projeto de lei que regulamente os direitos dos empregadores e garanta as reivindicações demandadas pela categoria.

“Os trabalhadores se organizaram para pedir uma pauta com os principais pontos de reivindicação, para se votar um conjunto de medidas para a jornada de cinco milhões de trabalhadores, que são bloqueados sem explicação, com uma ausência total de regulamentação de direitos”, disse a líder.

A deputada Sâmia Bonfim (Psol-SP), que organizou o encontro da categoria com Rodrigo Maia, destacou que o presidente não apresentou prazo para votação de propostas, mas indicou que já na próxima semana devem começar a elaborar um texto.

Jornada  de 14 horas

A coordenadora da frente de comunicação do movimento, Marcela Geoffroy, defendeu um esforço legislativo para garantir direitos à categoria dos entregadores de aplicativos. Segundo ela, os trabalhadores ganham 70 centavos por quilômetro, com jornadas de 14 horas, de segunda a segunda e ganhando menos que um salário mínimo por mês.

O entregador Abel Santos, do Distrito Federal, afirmou que a pandemia piorou a situação dos trabalhadores de aplicativos e destacou que, fora a baixa remuneração, os entregadores devem arcar com os custos de operação, como a mochila de entrega, a gasolina e a sua própria proteção pessoal.

“Nesta pandemia, as plataformas aumentaram a taxa do restaurante para anunciar na plataforma, aumentaram os valores para os clientes e quando o entregador reivindicou o aumento disseram que não poderia aumentar”, criticou.

“Precisamos desse reajuste anual e da responsabilidade dos EPI para não sair do nosso bolso, já que as plataformas vendem com o preço absurdo. Fora as desigualdades no sistema de ranking, por exemplo. Como eu vou ter um tempo de me cuidar, de lazer, tempo com a família. O dia tem 24 horas e trabalha-se 15, 16 horas por dia”, protestou.

Senar - agosto2020

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
“Muita Tristeza, parece que caiu uma bomba atômica”, diz Nelsinho no Líbano
Política
Datafolha mostra melhora da avaliação de Bolsonaro
Política
Vereadores aprovam criação do Mapa da Violência na capital
Política
Assembleia reconhece calamidade pública em Dois Irmãos do Buriti
Política
Bico seco: “Vai aliviar o fígado”, brinca Marquinhos
Política
Prefeitura republica decreto e antecipa “bico seco” para amanhã
Política
Decretado: “bico seco” começa a valer a partir de quinta na capital
Política
Marquinhos sanciona Lei que define serviços como atividades essenciais
Política
Capital: Câmara aprova prorrogação do Refis para setembro
Política
Assembleia aprova adicional a contratados do Sistema Penitenciário

Mais Lidas

Esportes
Imagem forte: Vídeo mostra atleta quebrando as pernas ao levantar peso
Polícia
Assentado é multado em R$ 20 mil por provocar incêndio
Economia
Por medo da covid, Filipinas suspendem importações de frango do Brasil
Geral
Rotary Club Cidade dos Ipês promove a 1ª Feijoada em sistema drive thru