Menu
Busca sexta, 25 de setembro de 2020
(67) 99647-9098
TJMS setembro20
Política

Em protesto contra Europa, Morales oferece asilo a Snowden

06 julho 2013 - 17h04Via Agência Brasil com informações da Lusa, ABI (Boliviana) e BBC
O presidente da Bolívia, Evo Morales, ofereceu hoje (06) "asilo humanitário" ao ex-funcionário da CIA (agência de inteligência dos Estados Unidos), Edward Snowden. Morales explicou que a decisão é um protesto contra os países europeus que, esta semana, impediram o presidente boliviano de atravessar o espaço aéreo.

O anúncio foi feito durante discurso na região andina de Oruro (Sudoeste do país), onde Morales estava acompanhado pelo presidente do Banco Mundial, o sul-coreano Jim Yong Kim, que faz sua primeira visita oficial à Bolívia.

Snowden, ex-técnico em segurança digital da CIA, revelou que autoridades norte-americanas de segurança monitoravam e-mails e ligações telefônicas de cidadãos dentro e fora do país. Há, ainda, informações de que comunicações da União Europeia também foram monitoradas.

O americano fugiu para Hong Kong, no início de maio, para evitar um processo. Quando uma investigação criminal foi aberta contra ele na Justiça americana, os Estados Unidos pediram sua extradição, mas Snowden conseguiu viajar para Moscou.

Autoridades russas informam que Snowden está em uma área de trânsito do aeroporto de Moscou, considerada como "território neutro", desde 23 de junho. Segundo o WikiLeaks, Snowden, 30 anos, pediu asilo político a um total de 27 países, entre eles o Brasil.

Além da Bolívia, os governos da Venezuela e da Nicarágua também anunciaram estar dispostos a receber o norte-americano, que espera por uma solução diplomática para evitar sua extradição para os Estados Unidos.

Esta semana, Evo Morales foi impedido de atravessar o espaço aéreo de vários países europeus. Autoridades da França, da Itália, da Espanha e de Portugal não autorizaram que a aeronave, que vinha de Moscou, cruzasse o espaço aéreo alegando suspeitas de que o ex-agente estaria à bordo. O avião foi obrigado a pousar em Viena, onde, segundo denúncias de La Paz, teria sido revistado.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
Aprovação de Bolsonaro sobe para 40%, diz CNI/Ibope
Política
Capital já tem 9 candidatos a prefeito registrados no TRE
Política
Paulo Corrêa homenageia bombeiro que salvou recém-nascida
Política
Bolsonaro e Felipe Neto estão entre os 100 mais influentes do mundo
Política
Senado: Comissão do Pantanal aprova visita a Corumbá em outubro
Política
Câmara instala hoje comissão para mudar Lei da Lavagem de Dinheiro
Política
AO VIVO - Acompanhe a reunião da Comissão do Pantanal no Senado
Política
Onevan de Matos e seu candidato a vice, testam positivo para Covid-19
Política
Câmara aprova projeto que prorroga contratos durante a pandemia
Política
MDB de Sonora vai ao TRE contra pesquisa

Mais Lidas

Cidade
Parque das Nações deve reabrir dia 9 de outubro
Cidade
Procon suspende atividades de Auto Escola
Cidade
Anatel pode impedir ligações de telemarketing indesejadas no MS
Polícia
Vídeo: Oficial da Marinha morre afogado após gritar: "Eu já tenho a salvação!”