Menu
Busca domingo, 07 de março de 2021
(67) 99647-9098
Política

Entre os 504 candidatos a vereador em Campo Grande, 16 são milionários

20 julho 2012 - 10h12Reprodução Facebook

Dezesseis entre os 504 candidatos a vereador em Campo Grande neste ano pertencem a um seleto grupo de milionários. Os patrimônios constam na declaração de bens dos concorrentes informada à Justiça Eleitoral e estão disponíveis no sistema de registros de candidaturas do TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

O maior patrimônio, de R$ 6,347 milhões, é da candidata Silvana Hildebrand (PT). Segundo informa o mecanismo do TSE, ela é policial civil. De acordo com o sistema de divulgação de candidaturas da Justiça Eleitoral, o patrimônio dela é formado, principalmente, por 33% de uma fazenda em Campo Grande, no valor de R$ 6 milhões, e parte de um imóvei no bairro Nova Bandeirantes, de R$ 250 mil. Além disso, foi informada a propriedade de dois automóveis.

O empresário Máximo Brasil (PMN) aparece com a segunda maior fortuna de R$ 4,890 milhões.

A lista de milionários também conta com o ex-governador Zeca do PT, o quarto na lista, com patrimônio de R$ 2,7 milhões. Ele informou à Justiça Eleitoral que é dono de quatro propriedades rurais em Campo Grande e Porto Murtinho, duas casas, na Capital, além de salas comerciais, veículos e uma embarcação. Também tem dinheiro aplicado em banco.

O ex-deputado federal Antônio Cruz (PMDB) e o ex-deputado estadual Coronel Ivan (PDT) também fazem parte da lista dos candidatos a vereador milionários.

Entre os 16 milionários, seis são vereadores que buscam a reeleição. Jamal (PR) é o mais rico entre eles com o patrimônio de R$ 2,8 milhões, o terceiro maior no ranking geral. Na lista, ele é seguido pelo presidente da Casa de Leis, Paulo Siufi (PMDB), com R$ 1,8 milhão, Clemêncio Ribeiro (PMDB) com R$ 1,7 milhão, Magali Picarelli (PMDB) com R$ 1,5 milhão, Paulo Pedra (PDT) com R$ 1,4 milhão e Loester Nunes (PMDB) com R$ 1,2 milhão.

Entre eles, cinco informaram à Justiça Eleitoral que terão gasto de R$ 1 milhão na campanha, quantia próxima ao patrimônio. Apenas Pedra declarou que irá investir R$ 550 mil durante a eleição.

Com patrimônios milionários, os candidatos concorrem a um cargo que oferece salário bruto de pouco mais de R$ 9 mil por mês.

Confira o ranking, segundo dados do "DivulgaCand"
Silvana Hildebrand (PT): R$ 6,347 milhões
Máximo Brasil (PMN): R$ 4,890 milhões
Dr. Jamal (PR): R$ 2,856 milhões
Zeca do PT: R$ 2,734 milhões
Irene Lajos Kemp (PSB), empresária: R$ 2,260 milhões
Paulo Siufi (PMDB): R$ 1,817 milhão
Clemêncio Ribeiro (PMDB) R$ 1,712 milhão
Enos Medrado (PP), aposentado: R$ 1,567 milhão
Magali Picarelli (PMDB): R$ 1,519 milhão
Edil Albuquerque (PMDB): R$ 1,471 milhão
Coronel Ivan (PDT): R$ 1,433 milhão
Paulo Pedra (PDT): R$ 1,416 milhão
Antônio Cruz (PMDB): R$ 1,335 milhão
Josceli Pereira (PTdoB), servidor público estadual: R$ 1,280 milhão
Loester Nunes (PDT): R$ 1,255 milhão
Cazuza (PP), locutor: R$ 1,056 milhão

Via Campo Grande News

APP JD1_android

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
Com covid, senador Major Olímpio está na UTI
Polícia
Contrabando avaliado em R$ 600 mil é apreendido
Política
Projeto quer transformar em lei norma de atividades religiosas como essenciais
Política
Senadores cobram da Anvisa agilidade na aprovação de mais vacinas
Política
Senado aprova texto-base da PEC Emergencial em 2º turno
Política
Mourão diz que Brasil acompanha ritmo de vacinação mundial
Política
Covid-19: Câmara aprova projeto para ajudar setor de eventos
Política
Senado aprova em primeiro turno PEC que permite volta do auxílio emergencial
Política
Simone Tebet deve ser escolhida como líder da bancada feminina no Senado
Política
"Não somos ditadura", diz Mourão ao rejeitar lockdown nacional

Mais Lidas

Polícia
Jacaré é capturado dando 'rolê' em cidade de MS
Internacional
Estados Unidos inicia vacinação contra a Covid-19 em Nova York
Polícia
Morador de rua tenta matar desafeto a pauladas no interior do Estado
Polícia
Briga por capacete acaba em tentativa de homicídio