Menu
Busca domingo, 22 de maio de 2022
(67) 99647-9098
Tjms Maio22
Política

Reinaldo vai ao Rio para definir venda da UFN3 e destino do Aquário

Em relação a UFN3, os representantes do Estado terão uma reunião com o presidente da estatal

26 janeiro 2022 - 08h55Rosana Lemes
O governador de Mato Grosso do Sul, Reinado Azambuja, o secretário de Infraestrutura Eduardo Riedel e o secretário da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Produção, Desenvolvimento Econômico e Agricultura Familiar) Jaime Verruck viajam hoje (26) para o Rio de Janeiro. A viagem tem como objetivo buscar solução para a retomada da conclusão da obra da Unidade de Fertilizantes Nitrogenados III da Petrobras (UFN3). Os dois também vão em busca de uma definição sobre a concessão do Aquário do Pantanal.
 
Em relação a UFN3, os representantes do Estado terão uma reunião com o presidente da estatal, general Joaquim Silva e Luna e diretoria da empresa para tratar do assunto.
 
Localizado em Três Lagoas, o empreendimento está orçado em mais de R$ 3 bilhões e foi paralisado em dezembro de 2014. Desde então a Petrobrás busca a venda do ativo.
 
O governador Reinaldo Azambuja destaca a necessidade de se obter avanços na retomada da negociação de venda. "A obra é estratégica para o desenvolvimento do Estado, da geração de emprego e renda no município. Além disso, existe a possibilidade de autossuficiência na produção de fertilizantes com a fábrica operando, diante dos problemas de abastecimento verificados no ano passado", salientou.
 
Segundo o secretário de Infraestrutura, Eduardo Riedel, o Governo do Estado pretende cobrar uma solução para a retomada do empreendimento. "É um ativo que faz muita falta, não só ao Mato Grosso do Sul, mas para o Brasil, tendo em vista que a planta de Três Lagoas poderia absorver as demandas do agro e adicionar a produção de nitrogenados à agricultura".
 
Em relação ao Aquário do Pantanal, a equipe do governo irá se reunir com a diretoria do Grupo com o objetivo de discutir a questão da obra. O intuito principal da viagem é validar ou não o contrato de concessão.
 
Se os aditivos ao contrato não forem definidos, Mato Grosso do Sul poderá assumir a administração até que uma nova empresa interessada passe a administrar a obra. O governo pretende inaugurar o Aquário até o final de março.
Energisa

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia
Mãe vai a polícia após sua filha ter rosto tatuado a força pelo ex
Política
Por onde anda seu candidato?
Política
Justiça Eleitoral reformula cinco aplicativos para as eleições
Política
Pablo Marçal é lançado à presidência e fala sobre "eleição diferente"
Política
Riedel recebe título de Cidadão Douradense na Expoagro
Política
Luiz Renato é o novo secretário de Fazenda de MS
Política
No Senado, destaque de Nelsinho Trad garante gratuidade de bagagens
Política
Riedel ouve demandas de comerciantes em Naviraí
Política
Fachin diz que as eleições podem contar com mais de 100 observadores estrangeiros
Política
Nelsinho quer homenagem a Juvêncio

Mais Lidas

Polícia
Assassinato de jovem no Aero Rancho pode ter sido motivado por vingança
Polícia
JD1TV: Jovem de 21 anos é morto a tiros no Aero Rancho
Geral
O drama de Delinha
Polícia
Motociclista que morreu após acidente na Joaquim Murtinho não tinha CNH