Menu
Busca quinta, 05 de agosto de 2021
(67) 99647-9098
Política

Militares têm a obrigação de garantir a liberdade, diz Bolsonaro

Presidente participou da formatura de novos sargentos em Guaratinguetá

21 junho 2021 - 11h50Gabrielly Gonzalez, com Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro reiterou hoje (21) as afirmações que vem fazendo, de que entre as obrigações das Forças Armadas está a de garantir a liberdade da população. A declaração foi feita durante a cerimônia de formatura de 281 novos sargentos da Escola de Especialistas de Aeronáutica, em Guaratinguetá (SP).

Estou aqui, hoje, vendo uma garotada que se espalha pelos quatro cantos do Brasil para levar patriotismo e dedicação às cores de nossa bandeira”, disse o presidente em rápido discurso. “E a obrigação maior de todos nós militares, além de fazer cumprir a nossa Constituição, é garantir a nossa liberdade; aquilo que realmente nos move, nos dá alegria e prazer”, acrescentou.

De acordo com a agenda divulgada pelo Palácio do Planalto, o presidente retorna, em seguida, a Brasília, onde se reunirá, ainda hoje, com ministros.

Sennar - queimada

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
Bolsonaro será investigado por fake news contra às urnas eletrônicas
Política
Ciro Nogueira toma posse como ministro da Casa Civil
Política
Carlão vai cobrar da Prefeitura vacinação de comerciários
Política
Voto impresso encarece processo eleitoral, aponta análise da PF
Agronegócio
Agricultura familiar terá auxílio
Política
CPI da Covid quebra sigilo de dados de líder do governo na Câmara
Política
CPI retoma trabalhos e ouve reverendo que negociou vacina
Política
Tereza Cristina recebe prêmio
Política
Horário de verão pode voltar, diz Bolsonaro
Política
CPI pode quebrar sigilo do líder do governo

Mais Lidas

Internacional
Vídeo: ‘Vem de chicote, algema, corda de alpinista’, policiais são pegos transando em viatura
Internacional
‘A bonequinha não sabe brincar’, homem quebra pênis durante noite selvagem
Geral
Morre o advogado Marco Antônio na capital
Brasil
Vídeo: Amor de mãe? Casal homoafetivo tortura e mata menino de 7 anos