Menu
Busca terça, 04 de agosto de 2020
(67) 99647-9098
Política

MS cai uma posição e registra o 2º pior índice de isolamento

Reinaldo avaliou que a situação é preocupante e não descarta a possibilidade de ‘lockdown’

14 abril 2020 - 14h15Flávio Veras

O Mato Grosso do Sul registrou o 2º pior índice de isolamento social do Brasil, mesmo com todas as evidências que mostram o avanço do novo coronavírus (Covid-19) no estado. Governador Reinaldo Azambuja anunciou nesta terça-feira (14) que, caso a situação persista e o avanço da doença cresça, existe a possibilidade dele decretar ‘lockdown’ (fechamento total).

O Mato Grosso do Sul só perde para o Tocantins, no levantamento feito em todos os municípios do país e divulgado hoje. Segundo o Governo, na última segunda-feira (13), pós feriado, a taxa média de isolamento social no Estado foi de 40,7%. Para se ter uma ideia, o índice é o pior já registrado no mês de abril, seguido de quinta-feira que contabilizou 42,3%.

Ainda conforme o órgão, mesmo com aumento acelerado de casos confirmados, quatro mortes, e início da transmissão comunitária, o número preocupa as autoridades sanitárias, pois, de acordo com elas, o cenário para próximas semanas pode ser agravado ainda mais, com o colapso do sistema de saúde.

As projeções com base nos dados de monitoramento do distanciamento social têm deixado autoridades em alerta. Medidas extremas, como o bloqueio total da movimentação, não são descartadas.

Segundo o governador do Estado, Reinaldo Azambuja, se os sul-mato-grossenses não tiverem a consciência da importância de ficar em casa, o estado pode chegar a esse momento de fechamento total. “É uma medida drástica, é radical, alguns países tomaram. Aqui no Brasil, alguns governos estão olhando essa possibilidade. A medida extrema vem se não tiver a consciência da sociedade. Podemos ir sim para uma medida extrema, para decretar isso. Nós todos temos que ser conscientes”, enfatizou.

No ranking dos municípios com maior movimentação de pessoas e pior índice de isolamento social nesta segunda-feira estão: Rio Verde de Mato Grosso (30,1%), Bodoquena (32,3%), Taquarussu (32,8%), Coronel Sapucaia (33,5%), Nioaque (34,5%), Tacuru (34,7%), Laguna Carapã (34,8%), Jardim (35,2%), Rio Brilhante (35,4%) e São Gabriel do Oeste (35,8%).

 

Vacinne

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
Ao pedir desfiliação, Contar alega perseguição a deputados bolsonaristas no PSL
Saúde
MS tem 803 casos novos de coronavírus e 327 são na capital
Política
Beto e Fábio propõem projetos que barram candidaturas imediata de Juízes
Política
Dois deputados lideram disputa em Dourados, diz Instituto Ranking
Política
"Auxílio ajuda superar crise salvando vidas e empregos", diz Coronel David
Política
Vídeo: “Não quero saber quem é você”, diz PM ao abordar motorista de Ferrari
Política
"É uma operação de guerra”, diz Riedel sobre combate aos incêndios no Pantanal
Política
Vídeo: Abatido, Delcídio faz relato e volta ser internado
Política
Simone consegue liberação de quase R$ 29 mi para cidades do MS
Política
Câmara de Dourados analisa contratos da Prefeitura alvos de Operação Contágio

Mais Lidas

Saúde
Prefeito sugere tratar coronavírus com aplicação de ozônio pelo ânus
Geral
Thiago Bueno foi encontrado e está bem, confirma esposa
Geral
Três jovens mortos em acidente na BR-277 seguiam para grupo de oração
Dois deles eram casados e tinham deixado a filha deles, uma bebê, na casa da avó materna
Saúde
Delcídio recebe alta seis dias após segunda internação