Menu
Busca quarta, 14 de abril de 2021
(67) 99647-9098
TJMS abril21
Política

Nelsinho se reúne com ministro das Cidades

29 junho 2011 - 10h32Arquivo

O prefeito de Campo Grande, Nelson Trad Filho se reúne nesta quarta-feira (29), em Brasília, com o ministro das Cidades, Mário Negromonte. A pauta da reunião é tratar sobre o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) Mobilidade Urbana, no qual a Capital do Mato Grosso do Sul é contemplada pelo Governo Federal. Nelsinho está acompanhado por representantes políticos da bancada federal do Estado, como o senador Waldemir Moka e os deputados federais Edson Giroto e Fábio Trad.

Ontem, o prefeito Nelson Trad Filho esteve de manhã em visita às obras de contenção das águas das chuvas, que descem do Córrego Sóter e da lagoa do Parque das Nações Indígenas em direção ao Shopping Campo Grande e que, no período de maior fluxo, ocasionavam transbordamentos e conseqüentes prejuízos ao comércio e ao trânsito da região.

Inicialmente, foram investidos R$ 5 milhões em obras emergências para construção de uma galeria de drenagem na confluência da avenida Afonso Pena com a rua Paulo Coelho Machado e uma bacia de contenção para conter a força das águas pluviais, na rua Rubens Gil de Camillo.

De acordo com o prefeito, o total de concreto utilizado para a obra é suficiente para erguer um prédio de 20 andares. Também será construída uma avenida com duas pistas, cruzando a Afonso Pena e alcançando a rua Rubens Gil de Camillo. "Além de todos estes benefícios, foi contratada também uma equipe especial de São Paulo para construir uma bacia que irá absorver grande parte da água que vem da região norte, evitando transbordamento", detalhou Nelsinho.

O chefe do Executivo ressaltou que esta edificação está em fase de conclusão, porém a obra de construção da via faz parte de outro processo licitatório, que será aberto no prazo de 30 dias e está orçado em R$ 2 milhões. "A empresa que construiu a primeira fase não pode simplesmente dar continuidade à obra. Não funciona desta forma. Agora, teremos que abrir nova licitação e dar início à outra etapa que terá conclusão até dezembro deste ano", declarou o prefeito.

Avenida Ernesto Geisel

A respeito da avenida Ernesto Geisel, que margeia o rio Anhanduí, Nelsinho lembrou que o local recebe um fluxo de água de 33 córregos do perímetro urbano de Campo Grande. Segundo ele, as obras de contenção do talude não foram suficientes para conter as águas no período de chuvas. "Para resolvermos de uma vez esta situação, foi feito um projeto especial para o rio Anhanduí e toda aquela bacia será estruturada com uma construção segura, incluída no projeto PAC 2, com investimentos que alcançam R$ 76 milhões e previsão de conclusão até o final de 2012", revelou.

APP JD1_apple

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
Bolsonaristas fazem carreata "pela família" e "contra o comunismo"
Política
Reinaldo apresenta Reforma Administrativa na Assembleia
Política
Pessoas com saúde mental afetada pela pandemia podem ter amparo do SUS
Política
Marun está deixando o conselho de Itaipu
Política
Câmara quer imprensa entre prioridades na vacinação
Política
Câmara aprova texto-base de projeto que permite empresas comprarem vacinas
Política
Bolsonaro quer criar Dia de Conscientização sobre Riscos do Aborto
Política
Vereadores criam CPI para esclarecer gastos da prefeitura de Dourados na pandemia
Política
Bolsonaro pretende ligar para presidente da Rússia para falar sobre Sputnik V
Política
Reinaldo sanciona o "Mais Social", que dará R$ 200

Mais Lidas

Polícia
Jacaré é capturado dando 'rolê' em cidade de MS
Internacional
Estados Unidos inicia vacinação contra a Covid-19 em Nova York
Polícia
Morador de rua tenta matar desafeto a pauladas no interior do Estado
Polícia
Briga por capacete acaba em tentativa de homicídio