Menu
Busca segunda, 20 de setembro de 2021
(67) 99647-9098
TJMS setembro21
Política

Papa diz a Dilma que combate às drogas depende de empenho conjunto e reforço de valores para a juven

20 março 2013 - 10h57Presidência da Republica/Roberto Stuckert Filho

O papa Francisco disse hoje (20) à presidenta Dilma Rousseff que é necessário empenho conjunto para combater as drogas e reforçar os valores e os princípios para a juventude. Dilma foi a primeira chefe de Estado recebida por Francisco, depois da cerimônia que marcou ontem (19) o início do seu pontificado. Na conversa, o papa lembrou que a construção do futuro depende da juventude.

“[O papa] falou sobre a importância da juventude na construção do futuro da humanidade e que a Igreja [Católica], como uma instituição secular, tem no jovem um foco muito grande”, disse a presidenta, após o encontro com o papa, no Vaticano.

Dilma disse que Francisco ressaltou que é fundamental, para o combate às drogas, reforçar valores e princípios. “Conversamos sobre a questão das drogas e do crack, o reforço de valores, princípios e símbolos para a juventude”, destacou ela. Ao se dirigir aos cardeais, no último dia 15, o papa pediu que eles usem a sabedoria, que apenas o tempo e a idade ensinam, para conquistar fiéis.

Na ocasião, improvisando o discurso aos cardeais, Francisco lembrou que o conhecimento e a sabedoria são aprimorados com o passar dos anos. “Ser idoso é a sabedoria da vida, levemos essa sabedoria aos jovens”, disse, na semana passada.

A presidenta acrescentou que o papa confirmou que participará da Jornada Mundial da Juventude, nos dias 23 a 28 de julho, no Rio de Janeiro. “Ele [o papa] disse que espera uma presença grande dos jovens [durante a jornada]”, contou ela.

Segundo Dilma, o papa disse que pretende, depois da jornada, visitar Aparecida (SP) – onde está a Basílica de Nossa Senhora Aparecida, considerada uma das maiores do mundo, construída em homenagem à santa de mesmo nome encontrada por pescadores no interior de São Paulo.

“Ele [o papa] disse que vai a Aparecida, depois [da jornada]. Ele até me lembrou que, em 2007, esteve em Aparecida, e me deu um livro do que eles [os bispos latino-americanos] fizeram em 2007”, contou a presidenta, lembrando da recomendação de Francisco de que ela “não leia o livro todo”.

“'Você não precisa ler tudo porque você pode se aborrecer, então você pega o índice e vai nos assuntos que te interessa', ele me disse”, contou Dilma, entre sorrisos, demonstrando o bom humor de Francisco.

A presidenta se disse impressionada como o papa se comporta como uma pessoa normal. “Ele [Francisco] é o primeiro muitas coisas: é o primeiro Francisco, primeiro jesuíta, primeiro latino-americano e primeiro argentino”, acrescentou Dilma, informando que percebeu bastante entusiasmo no papa.

Via Agência Brasil

Unica - inverno

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
Presidente Jair Bolsonaro viaja aos Estados Unidos para assembleia da ONU
Vídeos
Vídeo: Ministro da saúde elogia Campo Grande
Política
Vídeo: Tereza Cristina destaca inovação e tecnologia do agro brasileiro na Itália
Política
Kemp fecha acordo e se retrata nas redes sociais
Política
CPI da Covid: Diretor de empresa acusada de prescrever 'kit Covid' depõe nesta quinta
Política
Ministro Dias Toffoli participará de evento no TRE-MS na sexta
Política
Ex-mulher de Bolsonaro é convocada a depor na CPI da Pandemia
Política
Ministro defende aumento "modesto e moderado" para Bolsa Família
Política
Justiça autoriza condução coercitiva de depoente na CPI da Pandemia
Política
Ranking Pesquisas mostra avaliação do Governo MS em Dourados

Mais Lidas

Internacional
Vídeo: Vulcão entra em erupção nas Ilhas Canárias
Polícia
Mulher é sequestrada no Itanhangá Park e família paga R$ 18 mil em resgate
Oportunidade
Concurso da Caixa Econômica tem vagas para MS e salário de R$3 mil
Geral
Criança de 5 anos morre em acidente na MS-141