Menu
Busca quinta, 17 de outubro de 2019
(67) 99647-9098
Política

Prefeito pretende reformar 40% das ruas da capital

Prefeitura solicitou um financiamento ao BNDES para tentar solucionar a situação

09 dezembro 2018 - 10h44Da Redação

O prefeito de Campo Grande, Marcos Marcello Trad (PSD), explicou que o serviço de tapa-buracos não é o ideal, mas, é uma medida paleativa que a administração encontrou para oferecer manutenção em várias pavimentações asfálticas que somam 27 anos de construção. São gastos mensalmente, entre R$ 2 milhões e R$ 3 milhões com o serviço de emendas, porém, o ideal, na avaliação do chefe do executivo, é recapear as vias.

Ele pontua ainda que a ação mais recente aconteceu na Avenida Afonso Pena, na gestão do ex-governador, André Puccinelli há quase seis anos. 

"A equipe do tapa-buracos fecha em média 15 mil buracos do tamanho de uma tampa de esgoto. Isso significa um quilômetro de recapeamento em uma rua. Porém, como a prefeitura não tem condições de arcar com este serviço, solicitamos um financiamento ao BNDES para tentar solucionar a situação", argumenta.

Trad explicou que caso o empréstimo seja aprovado e liberado dará prioridade para vias dos bairros Rita Vieira, Nova Campo Grande e Jardim Noroeste. "Além disso, nosso plano é recapear pelo menos 40% das ruas, nas sete regiões urbanas de Campo Grande", pontua.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
Juiz entende que MPF adulterou diálogos de Temer e Joesley e absolve ex-presidente
Política
Senado aprova indicação de Carlos Ceglia para embaixada na Turquia
Política
MS define áreas que receberão as emendas de 2020 que totalizam R$ 247,6 mi
Política
Sem André, MDB deve minguar em 2020
Política
Marquinhos busca em Brasília recursos para investir em saúde e infraestrutura
Política
Vereador apresenta projeto voltado às crianças vegetarianas
Política
Bolsonaro destaca lançamento do Programa Novos Caminhos em outubro
Política
Bolsonaro quer retomar obras iniciadas em outros governos
Política
Assessor de Collor foi laranja em imóveis de R$ 6 mi
Informação consta em representação da PGR pela deflagração da Operação Arremate, que pôs a PF nas ruas em endereços ligados ao senador
Política
PF investiga se houve participação de Collor em lavagem de dinheiro

Mais Lidas

Geral
Vídeo - Léo Santana é barrado na Smart Fit da capital
Política
Sem André, MDB deve minguar em 2020
Polícia
Cansada de agressões, mulher mata e arranca o pênis do marido
Polícia
Homem comete triplo homicídio porque teriam zombado da "coragem" dele