Menu
Busca quinta, 09 de julho de 2020
(67) 99647-9098
TJMS julho20
Política

Prefeitura e sindicato debatem reajuste dos servidores públicos de Bonito

19 maio 2011 - 09h17Luciana Garcia

O prefeito José Arthur Figueiredo reuniu-se na manhã desta terça-feira com o presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Bonito, Sami de Souza Mustafá e vários outros representantes da entidade para tratar da concessão do aumento salarial que será repassado ao funcionalismo público de Bonito já a partir do próximo mês.

Durante o encontro, além dos líderes sindicais também estiveram presentes os vereadores Luisa Cavalheiro, Josmail Rodrigues, Nelson Vieira, Leonardo Casanova, Clóvis Shidmit, Pedro Rosário e Pedro Duarte.

De acordo com a vereadora Luisa Cavalheiro, o presidente do Sindicato encaminhou um pedido solicitando 7,5% de aumento para os funcionários, que seriam referentes às perdas e reposições salariais desde 2010. Com base nesse pedido, os vereadores, decidiram pedir ao prefeito a concessão do reajuste de 8%, mais próximo aos 8,5% já concedidos aos professores e pago com data retroativa desde janeiro deste ano.

‘’Ainda que o executivo tenha que confirmar os 8%, eu tenho certeza que esse será o índice de reajuste adotado e nós podemos considerar uma conquista de um trabalho conjunto, do Executivo, da Câmara e do Sindicato. Além, claro, da preocupação de todos com melhor para o funcionalismo, mas também em levar em consideração o impacto financeiro do aumento proposto e da capacidade de pagamento do município”, afirmou a vereadora.

Ainda em estudo, o aumento de 8%, é superior aos 6,46% do INPC, Índice Nacional de Preços ao Consumidor, adotado como base para reajustes salariais e deve ser confirmado nos próximos dias, quando será enviado na forma de projeto para a Câmara. A previsão é de que o projeto seja votado já na próxima Sessão, 24 de maio, em regime de urgência.

O presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais, Sami Mustafá, classificou como bom o acordo proposto para a categoria. “Eu acho que foi bom, é claro que o meu papel é sempre continuar lutando para o que for melhor para o servidor”, justificou.

Segundo José Arthur, a meta é sempre manter a recuperação salarial conforme estabelece a lei, garantindo um aumento real acima da inflação. “A nossa intenção é que os funcionários sempre tenham um ganho real acima da inflação.

O índice de 8% está em estudo, a pedido dos vereadores e do sindicato, mas se confirmado, até quinta-feira será enviado para votação na Câmara em regime de urgência, para que possa ser repassado ao funcionalismo público já no próximo pagamento, até dia o próximo dia primeiro de junho”.

PMCG Refis

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
Dourados fecha bares e academias por dez dias
Política
“Vírus é muito letal ao sistema de saúde”, alerta Mandetta em audiência na capital
Política
Senado aprova indenização a profissional de saúde afetado pela covid-19
Política
Em encontro com Maia, Entregadores de aplicativos pedem direitos e anunciam paralisação dia 25
Política
Teich critica retomada da economia e fala “em espera de um milagre”
Política
Capital tem 77% dos leitos ocupados, alerta Marquinhos
Política
Vizinhos espancam homem suspeito de estuprar enteada de 2 anos
Política
CPI da Energisa deve retomar investigações em setembro
Política
Câmara de vereadores aprova prorrogação do Refis para até 5 de agosto
Política
Ranking faz primeira pesquisa em Dourados sem Marçal

Mais Lidas

Esportes
AO VIVO: Flamengo e Fluminense na final da Taça Rio
Polícia
Trio é detido com R$ 400 mil em prata granulada clandestina
Política
Dourados fecha bares e academias por dez dias
Polícia
DNA aponta preso de São Paulo como autor de estupro em MS