Menu
Busca sábado, 04 de julho de 2020
(67) 99647-9098
Política

Refis foi aprovado em segunda votação e segue para reta final

O projeto abre possibilidade de renegociações de dívidas relacionadas ao Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços

07 dezembro 2018 - 07h46Da Redação com Assessoria

O Projeto de Lei 206/2018, que dispõe sobre o Programa de Recuperação Fiscal (Refis) quanto às formas de pagamentos de débitos com a Fazenda Pública Estadual, foi destaque durante a votação da Ordem do Dia desta quinta-feira (6), na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul.

O projeto, de autoria do Poder Executivo, abre possibilidade de renegociações de dívidas relacionadas ao Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS) e, por força de emenda modificativa coletiva assinada por 16 deputados, possibilita o parcelamento de débitos em até 60 vezes mensais.A proposta foi aprovada em segunda votação e por ter sofrido emenda segue para votação em Redação Final. 

Também de autoria do Poder Executivo foi aprovado em segunda discussão e segue à sanção governamental o projeto de lei 207/2018, que altera a Lei 2.783/2003, a qual autoriza o Governo do estado a reduzir a tributação quanto às operações interestaduais com farelo de soja, no percentual de até 50%.

Ainda de autoria do Executivo, os deputados estaduais aprovaram em primeira discussão o projeto de lei complementar 008/2018, que versa sobre a Previdência Complementar aos servidores estaduais. De acordo com a proposta, os trabalhadores dos três Poderes que recebem remuneração superior ao limite máximo do regime geral de previdência serão automaticamente inscritos no plano, a partir de sua data de entrada em exercício. Os militares serão excluídos das novas regras, por força de emenda. A administração dos planos previdenciários será de responsabilidade da Agência de Previdência Social do Estado (Ageprev-MS). Saiba mais a respeito da proposta do Executivo clicando aqui. 

Os parlamentares ainda aprovaram em votação simbólica o projeto de lei 86/2018, de autoria de Pedro Kemp (PT), que outorga a Medalha Ricardo Brandão de Direitos Humanos ao Instituto Amigos do Coração, de Campo Grande. 

Totem_Alcool Gel

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
Trump ataca revolução cultural "de esquerda"
Política
Rodrigo Maia defende sindicatos e diz que acabar com eles foi medida adotada por Hitler
Política
Nelsinho diz que Brasil deve fazer sua narrativa sobre a Amazônia
Política
Ministério da Segurança ainda pode ser recriado pelo Governo
Política
Coronel David declara pesar pelo homicídio de Carla Santana
Política
Assembleia fará testes para Covid-19 em deputados e servidores
Política
"Projeto das Fake News gera interesse em 30 países", diz Nelsinho
Política
Câmara da capital aprova orçamento público para 2021
Política
Congresso promulga emenda constitucional que adia eleições municipais
Política
“Iremos cassar alvará dos estabelecimentos que desobedecem ao Toque de Recolher”, diz Marquinhos

Mais Lidas

Política
Trump ataca revolução cultural "de esquerda"
Polícia
Homem fica ferido após carreta de cerveja tombar na BR-267
Economia
BNDES disponibiliza R$5 bi para micro, pequenas e médias empresas
Polícia
Guarda encontra pé de maconha plantado em praça pública