Menu
Busca domingo, 19 de maio de 2019
(67) 99647-9098
Política

Refis foi aprovado em segunda votação e segue para reta final

O projeto abre possibilidade de renegociações de dívidas relacionadas ao Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços

07 dezembro 2018 - 07h46Da Redação com Assessoria

O Projeto de Lei 206/2018, que dispõe sobre o Programa de Recuperação Fiscal (Refis) quanto às formas de pagamentos de débitos com a Fazenda Pública Estadual, foi destaque durante a votação da Ordem do Dia desta quinta-feira (6), na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul.

O projeto, de autoria do Poder Executivo, abre possibilidade de renegociações de dívidas relacionadas ao Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS) e, por força de emenda modificativa coletiva assinada por 16 deputados, possibilita o parcelamento de débitos em até 60 vezes mensais.A proposta foi aprovada em segunda votação e por ter sofrido emenda segue para votação em Redação Final. 

Também de autoria do Poder Executivo foi aprovado em segunda discussão e segue à sanção governamental o projeto de lei 207/2018, que altera a Lei 2.783/2003, a qual autoriza o Governo do estado a reduzir a tributação quanto às operações interestaduais com farelo de soja, no percentual de até 50%.

Ainda de autoria do Executivo, os deputados estaduais aprovaram em primeira discussão o projeto de lei complementar 008/2018, que versa sobre a Previdência Complementar aos servidores estaduais. De acordo com a proposta, os trabalhadores dos três Poderes que recebem remuneração superior ao limite máximo do regime geral de previdência serão automaticamente inscritos no plano, a partir de sua data de entrada em exercício. Os militares serão excluídos das novas regras, por força de emenda. A administração dos planos previdenciários será de responsabilidade da Agência de Previdência Social do Estado (Ageprev-MS). Saiba mais a respeito da proposta do Executivo clicando aqui. 

Os parlamentares ainda aprovaram em votação simbólica o projeto de lei 86/2018, de autoria de Pedro Kemp (PT), que outorga a Medalha Ricardo Brandão de Direitos Humanos ao Instituto Amigos do Coração, de Campo Grande. 

Fac Feijoada 2019

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
PSD municipal terá Antônio Lacerda no comando
Política
Homem se joga na frente de caminhão e morre em rodovia
Política
Em reunião, parlamentares estudam o não fechamento de comarca
Política
Advertência de Barbosinha
Política
Marçal é o preferido em Dourados, diz Instituto Ranking
Política
Fábio Trad elogiou proposta de emenda à Constituição
Política
Rose Modesto cobra de ministro retomada de investimentos na educação
Política
Vereadores aprovam recursos para obras em Campo Grande
Política
Estabelecimentos de MS podem ser obrigados a fornecer copos biodegradáveis
Política
Nelsinho Trad solicita liberação de R$ 168 milhões para MS

Mais Lidas

Polícia
Ex-marido esfaqueia mulher em boate ao ver localização em rede social
Geral
Vídeo - Após mulher trocar senha do wi-fi, vizinhos apedrajam casa
Polícia
Homem toma arma de policial, troca tiros com outros e morre em telhado de casa
Cidade
Inscrições para sorteio de apartamentos na capital encerram terça-feira