Menu
Busca segunda, 17 de maio de 2021
(67) 99647-9098
TJMS - maio21
Política

Reinaldo quer que privatização da Eletrobras contemple MS

Secretário de Gestão do Estado destacou que MS poderá ser beneficiado com projetos de preservação ambiental

29 abril 2021 - 10h25Gabrielly Gonzalez

Em reunião na Esplanada dos Ministérios, na quarta-feira (28), o governador Reinaldo Azambuja cobrou o ministro de Minas e Energia, Bento Costa Lima Leite de Albuquerque Junior, a contemplação de Mato Grosso do Sul e de outros estados que não foram incluídos na Medida Provisória 1031, que trata da desestatização da Eletrobras. 

Azambuja explicou que o texto privilegia estados da região Norte e Nordeste e pediu atenção a outras unidades da federação. “Nossa proposta foi muito bem recebida pelo ministro. Pedimos um olhar para a preservação das bacias do Centro-Oeste, que tem grande capacidade de geração de energia e sofre por falta de capacidade de preservação desse ativo que temos nesses estados”, disse o governador.

“Inclusive por programas governamentais que não tiveram a mínima preocupação com o meio ambiente, como o famoso ‘Plante que o João Garante’, que dizimou parte do Cerrado, principalmente de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul e provocou um dos grandes desastres ambientais que temos, que é o assoreamento do rio Taquari”, completou Reinaldo.

O secretário de Governo e Gestão Estratégica, Sérgio Murilo Mota, destacou que a reunião foi muito proveitosa e que MS poderá ser beneficiado com projetos de preservação ambiental. “Entendemos a necessidade da desestatização da Eletrobras, que teve uma perda da capacidade de investimentos, enquanto o Brasil tem uma necessidade de geração de energia. O que queremos é que as concessionárias tenham um olhar para o Centro-Oeste e acredito que o ministro Mauro Mendes vai ter essa sensibilidade”, declarou.

Pela proposta de privatização, a Eletrobras deverá desenvolver projetos de revitalização da bacia do Rio São Francisco, de redução estrutural de custos de geração na Amazônia Legal e de revitalização de recursos hídricos das bacias hidrográficas na área de influência dos reservatórios das usinas de Furnas. A agenda contou com os governadores Ronaldo Caiado (GO) e Mauro Carlesse (TO), que também reivindicam a contemplação dos seus estados.

A Eletrobras (Centrais Elétricas Brasileiras S.A.) é a maior companhia brasileira do setor de energia elétrica. Apesar de ser uma sociedade de economia mista e de capital aberto, a empresa é estatal porque o governo brasileiro é dono da maior parte. O projeto de privatização proposto pelo governo federal será feito através da venda de novas ações no mercado, de modo que a participação da União seja reduzida para menos de 50%.

Girafa

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
Reinaldo lamenta morte de Bruno Covas
Política
"Não é favor, é missão nossa", diz Bolsonaro em entrega de títulos a assentados de MS
Política
Senado aprova redução de tarifa de energia com reembolso de tributos
Política
Rodolfo Nogueira com Bolsonaro amanhã em Terenos
Política
Após Datafolha, Bolsonaro chama Lula de 'ladrão de nove dedos'
Política
Câmara aprova titulo de "visitante ilustre" a Bolsonaro
Política
Riedel atuará com empresários em plano de recuperação econômica
Política
Câmara aprova projeto que institui Kit Merenda da Agricultura Familiar
Política
MDB se diz solidário a André
Política
Paulo Corrêa elogia trabalho e reafirma apoio à Polícia Civil em formatura

Mais Lidas

Polícia
Jacaré é capturado dando 'rolê' em cidade de MS
Internacional
Estados Unidos inicia vacinação contra a Covid-19 em Nova York
Polícia
Morador de rua tenta matar desafeto a pauladas no interior do Estado
Polícia
Briga por capacete acaba em tentativa de homicídio