Menu
Busca quinta, 21 de outubro de 2021
(67) 99647-9098
Gov 44 anos
Política

Reinaldo vai convidar demais candidatos a se reunir com o presidente do TRE para juntos cobrarem pro

24 agosto 2012 - 09h23Divulgação

Preocupado com os rumos do processo eleitoral em Campo Grande, principalmente em virtude do comportamento do governador André Puccinelli, que em vídeo veiculado pela imprensa aparece coagindo servidores públicos a votar nos candidatos a vereador e no candidato governista Edson Giroto (PMDB), o candidato a prefeito pela Coligação Novo Tempo, Reinaldo Azambuja, convidou os demais candidatos da oposição a se reunir com o presidente do Tribunal Regional Eleitoral e cobrar providências para a manutenção da normalidade e da legitimidade do processo.

“As imagens não deixam dúvidas de que o governador comete assédio moral e abuso do exercício de função ao coagir servidores, sejam eles comissionados ou não, a votar neste ou naquele candidato. Além disso, atenta contra a inviolabilidade do voto, que é secreto, influenciando no resultado da eleição”, disse Reinaldo Azambuja. Ele já acionou sua assessoria jurídica para requerer ao Ministério Público Eleitoral que esta, baseado nas imagens, solicite a cassação do registro da candidatura de Edson Giroto.

De acordo com Reinaldo, o fato de a coerção estar sendo praticada contra ocupantes de cargos em comissão não reduz em nada a gravidade das denúncias e tampouco pode servir de atenuante para o comportamento reprovável do governador. “Os cargos são de confiança para a atividade pública, pois são pagos com dinheiro do contribuinte, e não de confiança do governador, para atuarem como cabos eleitorais”, argumentou.

“Com relação ao governador do estado, vamos solicitar providências ao Ministério Público e ao Poder Judiciário”, informou o candidato, que ao manifestar solidariedade aos servidores públicos conclamou-os a “vencer o medo, gravar esse tipo de reunião, conforme ocorreu com o pessoal da Secretaria de Assistência Social, e enviar o vídeo ou o áudio para a imprensa e para a Justiça Eleitoral, para que estes possam cobrar e tomar as providências necessárias”.

“No site do Tribunal Regional Eleitoral ou no site da Ordem dos Advogados do Brasil os servidores podem apresentar as suas denúncias, que podem ser feitas inclusive de forma anônima”, ressaltou o candidato.

Unica - primavera

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
Quebra do teto de gastos faz equipe de Paulo Guedes se demitir
Política
Projeto destina 10% de vagas no Sine para mulher vítima de violência
Política
Ministro anuncia novo Bolsa Família de R$ 400 a partir do próximo mês
Política
Veja a lista dos indiciados pela CPI da Pandemia
Política
MS terá CNH social
Política
Assembleia aprova homenagem a profissionais de saúde
Política
CPI da Pandemia: depoimentos acabam e relatório final será lido hoje
Política
“Esporte resolverá problema futuros“, afirma Riedel em evento
Política
Pesquisa "sem registro" gera bate boca na OAB
Política
Governo adia anúncio de auxílio de R$ 400 após reações negativas

Mais Lidas

Geral
Para não cuidar de idoso, família procura filhos do primeiro casamento em MS
Polícia
Motorista de transporte escolar é preso por estuprar menina de 12 anos dentro do ônibus
Brasil
Corpo de pescador é encontrado dentro de jacaré
Geral
Mulher manda currículo para asilo e é ofendida por erros de português