Menu
Busca domingo, 16 de junho de 2019
(67) 99647-9098
Política

Sem convencer corregedoria sobre corrupção, Rigo volta à Assembléia

03 novembro 2010 - 15h54Divulgação/AL
Depois de 25 dias em licença médica, o deputado estadual Ary Rigo (PSDB) retornou aos trabalhos legislativos nesta quarta-feira (3). A sessão plenária da Assembleia Legislativa foi presidida por Maurício Picarelli (PMDB), corregedor da Casa e responsável por indicar se houve quebra de decoro parlamentar por parte de Rigo. O primeiro-secretário da Casa foi flagrado em vídeo durante investigação da Polícia Federal explicando como funcionaria suposto esquema de distribuição de dinheiro público para membros dos três poderes e do MPE de Mato Grosso do Sul. Para o corregedor, a defesa prévia apresentada pelo tucano não foi suficiente para esclarecer as afirmações feitas nas gravações autorizadas pela Justiça. Durante a sessão, que durou pouco mais de meia hora, Ary Rigo leu documentos e saiu sem falar com a imprensa. Picarelli informou que já entregou o parecer do caso ao presidente da AL, Jerson Domingos (PMDB), que deve agora notificar Rigo para audiência em uma Comissão de Ética ainda a ser formada. A Mesa Diretora deve nomear a comissão para averiguar o teor das denúncias e constatar possíveis quebras de decoro parlamentar. As bancadas parlamentares terão de indicar membros para formar a comissão, que ainda não tem prazo para entrar em funcionamento. No vídeo que circulou na Internet em 21 de setembro e repercutiu na imprensa nacional, Ary Rigo aparece revelando um suposto esquema de repasse de dinheiro da Assembleia Legislativa. O parlamentar menciona a existência de uma partilha de dinheiro envolvendo governo do Estado, Ministério Público e Poder Judiciário. Rigo conta ainda que os parlamentares da Assembleia já chegaram a receber R$ 120 mil por mês e agora têm de "se contentar" com R$ 42 mil. Fonte: Midia Max

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
Após polêmica envolvendo seu nome, Levy pede demissão da presidência do BNDES
Política
Parecer da reforma da Previdência é bem recebido pelo mercado financeiro
Política
Nelsinho Trad é eleito presidente do PSD-MS
Política
“Governo é uma usina de crises", diz Rodrigo Maia
Política
Cabo Almi acredita em soltura de Lula e cancelamento da sentença
Política
Bolsonaro demitirá presidente dos Correios
Política
PSD discute planos para 2020 neste sábado
Política
Bolsonaro critica decisão do Senado de parar decreto de armas
Política
STF criminalizará homofobia como forma de racismo
Política
Santos Cruz cai e será substituído por outro general

Mais Lidas

Polícia
Durante encontro amoroso, homem é morto por ex-marido de mulher
Polícia
Ex-secretário morre em acidente na MS-157
Polícia
Tio e sobrinho são mortos a golpes de facão
Educação
Extrato de pagamento do Bolsa Família terá alerta sobre trabalho infantil