Menu
Busca sexta, 17 de janeiro de 2020
(67) 99647-9098
Perkal Topo - janeiro-20
Política

Senado aprova US$ 312 milhões em empréstimos para MS

07 agosto 2010 - 17h56
O plenário do Senado aprovou no início da noite desta terça-feira, 3 de agosto, dois empréstimos no valor total de US$ 312 milhões para Mato Grosso do Sul. Os pedidos de financiamento já haviam sido aprovados de manhã pela Comissão de Assuntos Econômicos-CAE, em sessão presidida pelo senador Delcídio do Amaral (PT/MS) e foram encaminhados a apreciação do plenário em regime de urgência. A mensagem nº 229 de 2010 autoriza o governo do estado a contratar operação de crédito externo no valor de US$ 300 milhões para financiar o Programa de Transportes e Desenvolvimento Sustentável de Mato Grosso do Sul.O empréstimo será feito junto ao Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento – BIRD e tem o aval do governo federal. O outro financiamento, no valor de US$ 12 milhões, feito junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento – BID, se destina ao Programa de Modernização da Administração Tributária, Financeira e Patrimonial do Estado de Mato Grosso do Sul (PROFISCOMS). Delcídio destacou a importância da aprovação dos empréstimos para o estado. “É uma honra ter presidido a Comissão de Assuntos Econômicos em um momento tão importante quanto esse, quando se analisa um dos maiores financiamentos já concedidos a Mato Grosso do Sul. O desafio do nosso estado é logística, é infraestrutura, e nós vamos ter US$ 300 milhões para realizar obras que beneficiarão os pequenos, médios e grandes produtores rurais , os assentamentos e a população em geral. Além disso, tem mais US$ 12 milhões para aperfeiçoar a gestão pública.É uma vitória de todos nós, da bancada, do governo do estado, dos secretários e também do presidente Lula, que está junto conosco, dando o OK para que nós aprovássemos o empréstimo na CAE. Eu estou muito feliz , como sul-mato-grossense e como senador que representa o estado no Congresso Nacional”, disse Delcídio, que à tarde participou da mobilização realizada no plenário para aprovar as matérias. Obras O empréstimo para obras aprovado nesta terça-feira vai financiar o pacote MS Forte, lançado no ano passado pelo governo do estado. As obras, que serão contratadas em licitação internacional, estão divididas em 5 lotes : o primeiro prevê a pavimentação do trecho da MS-141 (Naviraí–Ivinhema- Angélica ) com 94 km de extensão. No lote II está a MS-145, do entroncamento com a MS-276 até o entroncamento com a Br-267, num trecho de 87 km. Já o lote III é composto pela MS-276, entre Indápolis e Deodápolis, com 62 km de extensão. O quarto lote prevê a reabilitação da rodovia MS-306 , entre Cantina Chapadão do Sul e Cassilândia, em um total de 143 km. O lote V é a reabilitação da rodovia MS-377, do entroncamento com a BR-262 até o entroncamento com a MS-112 , na altura do município de Inocência, num total de 128 km de extensão. Para executar as obras, além dos US$ 300 milhões contratados através de empréstimo ao BIRD, o governo do estado entrará com uma contrapartida de US$ 75 milhões.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
Bolsonaro anuncia aumento de 12% no salário do professor do ensino básico
Política
Após declarações nazistas, Bolsonaro exonera Roberto Alvim
Política
Nelsinho avalia como "um passo a frente", entrada do Brasil na OCDE
Política
Sérgio de Paula desmente expulsão de Rose do PSDB
Política
"Aliança" fará encontro em fevereiro, na capital
Política
''Janela'' para vereadores começa em março
Política
Deputado do PSL defende assédio e polemiza: “Não sejamos hipócritas”
Política
Veja a previsão de líderes de partidos na Câmara dos Deputados em 2020
Política
Mandetta é primeiro em ranking de simpatia no congresso
Política
Zeca “tira os olhos” da capital e poderá disputar a prefeitura de Sidrolândia

Mais Lidas

Polícia
Quatro homens foram autuados em R$16 mil por exploração ilegal de madeira
Cidade
“Precisamos de eficiência para atrair grandes empreendimentos”
Cidade
Marquinhos e presidente da “Águas” discutem projeto de esgoto no Rita Vieira
Política
Bolsonaro anuncia aumento de 12% no salário do professor do ensino básico