Menu
Busca segunda, 10 de maio de 2021
(67) 99647-9098
Gov_MS-Cresce_Maio21
Política

Site criado para recolher doações a Genoino alcança o valor da multa

20 janeiro 2014 - 11h12Via G1
O site criado pelo família do ex-deputado José Genoino (PT-SP) para arrecadar o dinheiro da multa do julgamento do mensalão informou que a quantia já foi alcançada. A Justiça havia condenado Genoino a pagar R$ 667,5 mil. A família alegou que não tinha o dinheiro e criou o site para colher as doações.

Na página na internet, a família não informa quanto foi arrecadado, diz apenas que atingiu o valor da multa. "Gostaríamos de pedir paciência quanto à divulgação dos valores arrecadados. Estamos finalizando toda a apuração financeira necessária e o mais breve possível daremos a informação sobre a arrecadação", diz o texto publicado no site com a assinatura "Família Genoino".

A página de doações começou a funcionar na quinta-feira (09). O dia de pagamento da multa é nesta segunda-feira (20).

Genoino foi condenado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) a 6 anos e 11 meses de prisão, mais pagamento de multa, durante o julgamento do processo do mensalão, no ano passado. O ex-deputado está em prisão domiciliar devido a problemas de saúde.

Inicialmente, a multa imposta pelo STF era de R$ 468 mil, mas foi atualizada, segundo a Vara de Execuções Penais do Distrito Federal, com correção monetária.

Multas
Outros seis condenados no processo do mensalão já foram intimados a pagar multas, que também passaram por correção monetária depois do julgamento: o ex-deputado Valdemar Costa Neto; o ex-tesoureiro do PL (atual PR) Jacinto Lamas; o chamado "operador" do mensalão, Marcos Valério; e os sócios dele, Cristiano Paz e Ramon Hollerbach e o ex-tesoureiro, do PT, Delúbio Soares.

A multa de Costa Neto, fixada pelo STF na ocasião do julgamento em R$ R$ 1,08 milhão, passou para R$ 1,668 milhão, com as correções. A de Delúbio foi corrigida de R$ 325 mil para 466,8 mil. Ramon Hollerbach terá de pagar R$ 3,966 milhões – R$ 1,176 milhão a mais que os R$ 2,79 milhões previstos à época do julgamento.

Já o valor da dívida de Lamas foi corrigido pela Vara de R$ 260 mil para R$ 370,8 mil, com base na variação da inflação. Os reajustes das multas de Marcos Valério e Cristiano Paz não foram informados pela Vara de Execuções Penais porque os advogados retiraram parte dos autos para checar os valores.
Girafa

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Reinaldo pede orações por Cabo Almi, intubado com Covid-19
Política
Proposta cria incentivo financeiro para estudantes do ensino médio
Política
Covid: Com 70% dos pulmões comprometidos, Cabo Almi é intubado
Política
Bolsonaro indica Soraya para vice-liderança no Congresso Nacional
Política
Amaury Pinto Júnior no TST
Política
Paulo Corrêa é homenageado pelo Instituto de Direito Administrativo de MS
Política
Coronel David pede local apropriado para sustentações verbais de advogados
Brasil
Deputado diz que Bolsonaro pode ter doença mental e defende interdição
Política
Bolsonaro exonera Marun da Itaipu
Política
Câmara aprova PL que torna permanente o Pronampe

Mais Lidas

Polícia
Jacaré é capturado dando 'rolê' em cidade de MS
Internacional
Estados Unidos inicia vacinação contra a Covid-19 em Nova York
Polícia
Morador de rua tenta matar desafeto a pauladas no interior do Estado
Polícia
Briga por capacete acaba em tentativa de homicídio