Menu
Busca sexta, 24 de janeiro de 2020
(67) 99647-9098
Perkal Topo - janeiro-20
Saúde

Agentes realizam operação para combater a doença de chagas

Os servidores do Controle de Endemias Vetoriais fazem vistorias na Chácara das Mansões

17 julho 2019 - 17h36Mauro Silva, com informações da assessoria

Força tarefa formada por agentes da Coordenadoria de Controle de Endemias Vetoriais (CCEV) de Campo Grande intensificam o trabalho de combate a doença de chagas na região da Chácara das Mansões. Os trabalhos desta semana visam na inspeção e borrifação do inseticida nos locais onde o vetor pode se abrigar.

 Segundo a gerente técnica do Serviço de Chagas da coordenadoria, Marcelle Prado,  o trabalho é realizado de forma programada e não é restrito somente a zona rural de Campo Grande, porém o serviço acaba sendo concentrado nesta localidade, considerando a presença mais constante dos insetos.

Os agentes chegam a inspecionar de 12 a 15 propriedades rurais menores (chácaras e sítios) em apenas um dia. O trabalho consiste na vistoria de galinheiros, currais, alojamentos e demais locais onde o inseto pode se abrigar. Quando o barbeiro é encontrado é feita a borrifação de veneno em toda a localidade e o inseto recolhido para ser analisado.

Os moradores também recebem orientações sobre os cuidados para evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti -transmissor da dengue, zika e chikungunya – e da Leishmaniose.

O último caso registrado  em Campo Grande de captura de um barbeiro infectado foi em 2004, mesmo assim essas ações são importantes para evitar qualquer risco de contaminação.

O morador, ao encontrá-lo em lugar visível da casa, andando sobre o chão e/ou parede deverá coletá-lo, de preferência sem matá-lo, proteger bem as mãos e pegá-lo com recipiente (com tampa para evitar sua fuga), de preferência não tocar nele diretamente, se o fizer enluvar/cobrir a mão com saco plástico ou similar. Importante não o esmagar, apertar, bater ou danificá-lo, porque para o exame laboratorial será necessário que ele esteja íntegro.

Caso o morador identifique o inseto em sua propriedade deve ligar para o CCEV através (67) 2020-2074 para agendar uma visita.

Doença

A Doença de Chagas é uma doença infecciosa causada pelo protozoário (parasito), o Trypanosoma cruzi, transmitido pelas fezes/urina do vetor, o inseto triatomíneo (barbeiro), quando defeca na pele de pessoas e/ou animais silvestres (mamíferos, aves, anfíbios e répteis) ao se alimentar de sangue.

Existem outras formas de transmissão humana desse parasito: transfusão sanguínea, transmissão materna, transplantes de órgãos, oral (alimentos contaminados) e acidental (laboratório e acampamentos em matas).

Vale ressaltar que os triatomíneos (barbeiros) têm o hábito alimentar de sugar sangue (são hematófagos) e que podem procurar alimento tanto nos domicílios humanos como no ambiente natural e silvestre.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Saúde
Ministério da Saúde descarta suspeita de coronavírus no Brasil
Saúde
Hospitais privados são convocados para orientação sobre Aedes aegypti
Saúde
Hemosul, em estado de emergência, convoca doadores no MS
Saúde
Secretária de Saúde confirma 4ª morte por dengue no Estado
Saúde
Mapa mostra áreas de risco de Dengue
Saúde
Unidades de saúde estão reabastecidas com a vacina pentavalente
Saúde
“Nano” assume secretaria executiva do Ministério da Saúde
Saúde
Prefeitura convoca 18 novos médicos para atendimento ambulatorial
Saúde
17 pediatras atenderão na manhã deste domingo
Saúde
Força-tarefa inspeciona mais de 19 mil residências em Campo Grande

Mais Lidas

Cidade
CCZ reforça combate a infestação de escorpiões na capital
Saúde
Ministério da Saúde descarta suspeita de coronavírus no Brasil
Brasil
''Deus perdoa, a sociedade não'', diz advogada de Bruno
Polícia
Mulher de 30 anos matou Ingrid por ciúmes do ex